um exemplo de organização de casamento

A organização de casamento é, na verdade, a organização de um sonho. Ao seguir todas as etapas corretamente, tudo com o que vocês sonharam se transformará em realidade. O momento não apenas será especial e inesquecível, como ainda estará dentro do orçamento e das possibilidades do casal.

É preciso pensar em várias etapas do planejamento: desde a escolha do estilo até a definição de quais itens vão compor a decoração. Ao entender sobre isso, é possível criar um casamento de arrasar e que será realmente memorável.

Quer saber como fazer? Então conheça tudo para ter o momento dos seus sonhos!

1. Por onde começar a organização de um casamento?

Agora que a data do grande dia se aproxima, é fundamental reconhecer quais são os primeiros passos para a perfeita organização de casamento.

Antes mesmo de pensar na decoração e nessas questões mais práticas, compreenda por onde começar.

Essas etapas iniciais definirão o sucesso de tudo o que virá, então é importante ficar atento a essas questões:

1.1 Comece conhecendo qual é o orçamento

Saber o quanto você pode gastar é indispensável para fazer uma boa distribuição dos valores. Evite deixar o orçamento aberto se não quiser começar a vida de casada já com dívidas assombrando o casal.

Para não errar nessa tarefa, entenda o quanto cada um pode pagar, se haverá contribuições de amigos ou familiares e quais são as formas de pagamento. Mesmo que isso ainda seja uma estimativa, é uma forma de chegar a um valor para se trabalhar.

1.2 Defina um estilo para o enlace

Depois disso, é hora de escolher qual será o estilo de cerimônia e da festa. Quem sempre sonhou em casar ao ar livre pode optar por um casamento na praia ou por um rústico no campo. Já quem deseja uma noite de gala, deve buscar um matrimônio tradicional.

A boa notícia é que não há opções proibidas, independentemente do orçamento. Com disposição e um bom planejamento, é possível adaptar seus desejos ao quanto vocês podem pagar.

1.3 Pense sobre após o casamento

Além de pensar no enlace, vale a pena considerar o que vem pela frente. Se vocês quiserem sair em lua de mel, parte do orçamento terá que ser destinada para isso — a menos que ganhem a viagem.

Já se o desejo é dar início ao financiamento da casa própria ou até quitar o que vocês já estão fazendo, é recomendado evitar dívidas grandes.

A intenção é pensar que o que vem pela frente também merece atenção. Assim, seu casamento ficará conciliado com um ótimo começo de vida a dois.

2. Qual é o tempo ideal para organizar casamentos?

Uma das datas mais importantes da vida de um casal não pode ser pensada da noite para o dia. É preciso ter cuidado e atenção com os detalhes, além de pensar em todas as situações que podem ocorrer.

O ideal é ter um período confortável para o planejamento, já que isso aumenta as chances de tudo dar certo. Em geral, o recomendado é começar com, mais ou menos, um ano de antecedência. Isso ajuda a contratar uma série de serviços, mas sem ser muito tempo antes.

Se você está em qualquer período menor do que 11-12 meses, então a recomendação é começar quanto antes para que tudo dê certo.

Com a antecipação necessária, há alguns benefícios, como:

2.1 Melhor negociação com fornecedores

Como um casamento exige o cuidado com muitos detalhes, os fornecedores dão preferência para quem contrata com maior antecipação.

Quanto menor for a urgência, mais flexível é a negociação com quem oferecerá os elementos da data, como as flores, a comida ou a iluminação.

Além de tudo, é fácil cotar com várias empresas e profissionais. Assim, dá para usar as propostas como itens de negociação.

2.2 Custos menores

Não apenas é mais fácil contratar fornecedores com uma boa antecipação, como também é mais barato. Além da qualidade, a urgência é outro elemento que influencia diretamente o preço.

Ao fechar a prestação de serviço vários meses antes, o valor fica em conta e ainda é simples conseguir descontos.

Para quem vai pagar parcelado, é uma forma de evitar dívidas após o grande dia.

2.3 Maior segurança

Se deixarem para a última hora, são grandes as chances de não conseguirem vaga com ao menos um fornecedor. As empresas fecham as agendas com antecipação, então há o risco de não fecharem com os fornecedores que desejam.

Por outro lado, com bastante planejamento é possível selecionar os empreendimentos certos — em vez daqueles que são os únicos disponíveis.

Tendo o controle sobre essa decisão, aumentam as chances de tudo sair como o desejado!

3. Como organizar casamento?

Agora que já conhece as questões iniciais de preparação, é indispensável saber o que fazer para realizar uma organização de casamento com sucesso.

Ao seguir os passos que vêm pela frente, você terá o matrimônio dos seus sonhos e conseguirá impressionar a todos do jeito certo. Portanto, veja o que fazer e compreenda a importância de cada etapa do processo.

3.1 Entenda os seus direitos

A organização de casamento é muito especial, mas do ponto de vista legal gera uma relação comercial e/ou de prestação de serviços. Com isso, os noivos estão completamente amparados por alguns direitos.

Qualquer item que seja adquirido à distância, como pela internet, permite a desistência da compra em até 7 dias, sem custos.

Já os serviços prestados devem seguir exatamente o que foi combinado em contrato, como resultados, prazos, quantidades e formas de pagamento. Se isso não for cumprido, há o pagamento de multas.

Vocês também estarão protegidos de compras casadas, cláusulas abusivas e de quaisquer condições que ferem o Código de Defesa ao Consumidor (CDC).

3.2 Pesquise sites de casamento

Ter boas inspirações é sempre importante, até mesmo para colocar os pés no chão. Por isso, procure outros sites sobre o tema para entender melhor sobre o estilo que desejam e sobre os detalhes a considerar.

Pesquise relatos de outros noivos, dicas de profissionais do ramo e endereços que tragam inspirações com fotos diversas.

Além de ser um jeito de já entrar no clima, é algo que garante que você tenha todo o conhecimento para criar um casamento de arrasar.

Reúna suas postagens favoritas e revisite-as durante o processo, de modo a identificar como elas podem te ajudar.

3.3 Desenvolva um cronograma

Na hora de planejar um casamento, não há espaços para atrasos. O vestido tem que estar escolhido, o local alugado e os fornecedores contratados dentro do prazo certo. Ao mesmo tempo, são muitas as tarefas necessárias.

Para não se perder entre as obrigações, conte com a ajuda de um cronograma. Você pode dividi-lo por meses e, conforme a data se aproxima, por semanas.

Estabeleça o que será realizado em cada etapa e qual é o prazo máximo para que cada resultado seja atingido.

Não se esqueça de abrir espaço para imprevistos, já que pequenos atrasos podem acontecer — e é sempre necessário ter planos reserva.

3.4 Faça uma planilha de gastos

Como viu lá no começo, o orçamento precisa de atenção especial. Segui-lo com cuidado é fundamental para que não faltem recursos para itens como a decoração ou a viagem de lua de mel.

Para ajudar no controle das despesas, o recomendado é usar uma planilha de gastos. Nela devem ser anotados todos os custos com as várias etapas da cerimônia e da festa.

Caso surja algum imprevisto, ele deve ser registrado. A partir disso, poderá comparar com o que ainda tem disponível e com o quanto falta, reorganizando as finanças se for preciso.

3.5 Tenha cuidado com a lista de convidados

É natural que haja o desejo de compartilhar o momento especial do casamento com todas as pessoas queridas.

Porém, é necessário se lembrar de que todo convidado leva a um gasto extra. Por causa disso, uma lista grande significa gastos elevados, maior necessidade de espaço e assim por diante.

O ideal é vencer a vontade de convidar todos os conhecidos e se focar só nos que realmente fazem parte da vida do casal. Assim, todos que são muito especiais estarão presentes, criando um momento ainda mais incrível.

3.6 Faça tudo em um só lugar

Com o trânsito caótico das cidades, não é tão fácil sair da igreja e seguir para um salão de festas e ainda chegar a tempo. Além de tudo, isso gera um gasto extra para os noivos (porque são duas ornamentações) e para os convidados (que têm que se deslocar).

Para conquistar o máximo de conveniência, o melhor é fazer tudo em um só lugar. Escolha um local bem bonito e que tenha a ver com o estilo escolhido, de modo a criar a experiência perfeita de cerimônia e recepção.

Quem quiser casar no campo, por exemplo, pode escolher um sítio com muito espaço e toda a estrutura requerida.

3.7 Crie decorações personalizadas

A história de amor de vocês é única e, como tal, merece detalhes únicos nesse dia especial. Para que a decoração de casamento fique com a cara de vocês, procure criar decorações personalizadas.

Vale criar um brasão com as iniciais dos noivos e até adesivos e elementos que ajudam a decorar a mesa de doces, por exemplo.

Também é possível fazer, você mesma, diversos objetos, como lembrancinhas, itens decorativos do ambiente e até os convites.

Essa é uma forma de economizar e, ainda, de colocar um pouco do casal em cada parte da festa.

3.8 Conte com a ajuda dos seus familiares

Contar com bons profissionais é fundamental para conquistar um casamento do jeito que sempre sonhou. Porém, não significa que eles são os únicos que podem estar envolvidos no processo.

Na verdade, é muito benéfico contar com a ajuda dos familiares. Todo mundo tem alguém próximo que faz arranjos lindos de flores ou que costura ou cozinha muito bem.

Aproveitar isso é uma forma de incluir as pessoas queridas no processo. Veja quais são os talentos disponíveis entre os familiares e aproveite para integrar mais gente à preparação!

3.9 Contrate um cerimonialista

Ainda que a organização de casamento seja empolgante, a tarefa exige muito cuidado. Ao mesmo tempo, ainda há outras tarefas para cumprir no cotidiano, como trabalho, vida social e passar tempo com os amigos e familiares.

Além de tudo, conforme o dia se aproxima, a tensão aumenta e qualquer falha pode custar o momento dos sonhos. Dessa forma, ter auxílio profissional é muito importante.

Para aproveitar sem preocupação e não ultrapassar o orçamento, contrate um cerimonialista. Ao planejar todo o cerimonial e ao ter a ajuda de gente muito experiente, todos os sonhos poderão se transformar em realidade!

4. Como fazer a decoração de um casamento?

Outro passo fundamental da organização de casamento é a decoração. Cuidar do aspecto visual faz toda a diferença para que as pessoas tenham uma ótima impressão da sua festa, então não abra mão dessa etapa tão crucial.

Para acertar em cheio, na sequência conhecerá algumas dicas essenciais para chegar ao melhor efeito.

4.1 Respeite a paleta de cores

Para que tudo fique em harmonia, a decoração deve ser pensada considerando uma paleta de cores. Escolha alguns tons que combinem com o estilo desejado e, a partir daí, use objetos dentro dessas nuances.

Um casamento rústico, por exemplo, normalmente inclui tons neutros e terrosos. Mesmo assim, dá para incluir algumas cores e até elementos metálicos. A decoração, portanto, precisará seguir esses tons para ficar bonita e harmoniosa.

4.2 Use flores da estação

As flores são elementos muito comuns nos casamentos, pois evocam romantismo e ainda geram um ótimo efeito. Porém, se escolher opções difíceis ou fora de época, poderá pagar mais caro do que o planejado.

Em vez disso, dá para usar flores da estação. Elas são mais baratas e, principalmente, bonitas e resistentes. Com isso, há um resultado incrível por um tempo prolongado.

4.3 Inclua objetos importantes para o casal

A decoração não deve ser feita apenas com cadeiras, toalhas, flores e vasos adequados. É preciso que cada detalhe tenha a cara do casal.

Por isso, vale usar objetos que sejam relevantes para os noivos. Pequenos quadros com frases significativas para os apaixonados, fotos do ensaio de casamento e até objetos que lembrem os interesses de ambos são bem-vindos.

Assim, é possível criar um ambiente intimista e que tem tudo a ver com esse momento tão especial para vocês dois.

4.4 Acerte na iluminação

Outro elemento que faz parte da decoração e que nem sempre é considerado é a iluminação. A temperatura da luz ajuda a criar um ambiente descontraído ou intimista, dependendo de cada caso.

Portanto, pense com cuidado em qual é a sensação que desejam transmitir em cada espaço. A pista de dança, por exemplo, precisa ser animada, enquanto os lounges ou as mesas podem funcionar muito bem com velas e luzes indiretas.

Tudo isso vai valorizar ainda mais o ambiente criado e ajudará no conforto de todos os que estão no local.

5. Como fazer a lista de presentes?

Uma famosa tradição para os noivos é a lista de presentes. Graças a ela, os convidados sabem o que dar para o casal, fazendo parte da nova vida a dois que será construída.

Para garantir que tudo saia exatamente como o esperado, vale a pena planejar como fazer essa lista com cuidado. Com as recomendações mostradas a seguir, a tarefa ficará simples.

5.1 Reconheça quais são as necessidades

Uma lista de presentes deve ser, acima de tudo, útil. Não basta escolher itens bonitos ou que são tendências se eles não ajudarem a vida a dois dentro de casa.

Portanto, é fundamental entender quais são as necessidades quanto aos itens de cozinha, quarto, banheiro e decoração, em geral. Selecione objetos práticos e que realmente ajudem no cotidiano.

5.2 Ofereça uma variedade de escolhas

Outro ponto importante é considerar que os convidados possuem realidades diferentes. Há quem poderá pagar mais por um presente e quem terá preferência por itens em conta.

Por isso, não erre na hora de escolher os presentes e faça uma seleção diversificada, com escolhas para todos os gostos e possibilidades.

Escolha elementos de vários preços e para várias finalidades, de modo que cada um escolha o que achar adequado. Assim, você garante que todos possam participar desse momento único.

5.3 Selecione um local confiável e conveniente

Uma parte fundamental é garantir que a lista esteja na loja correta. Ela precisa, em primeiro lugar, ter uma boa variedade de itens e preços convidativos, de modo a facilitar todo o processo.

Se ela for online, preocupe-se com questões como segurança, prazo de entrega e frete. Assim, toda a etapa acontecerá sem problemas.

E para maximizar a conveniência, escolha uma opção com várias formas de pagamento, já que cada um poderá decidir o que é melhor para o próprio bolso.

5.4 Deixe os convidados sabendo

A lista só será verdadeiramente útil se todos souberem onde estão os itens desejados, certo?

Tão necessário quanto montá-la, portanto, é fazer a comunicação a respeito dela. Depois de tudo elaborado, divulgue o endereço virtual da sua lista ou a loja na qual ela está.

Isso permitirá que todo mundo se planeje corretamente, sem que fique pesado ou sem que ninguém se sinta de fora.

6. O que fazer para organizar a casa após o casamento?

Preocupar-se com a organização de casamento é muito importante para que tudo saia como o esperado. Entretanto, também é preciso ter atenção às questões que virão após o enlace.

Na nova casa e começando uma vida a dois, é necessário saber como organizar o lar, especialmente com todos os presentes recebidos a partir da lista.

Mas se você acha que isso é difícil, não se desespere! Com as nossas dicas, o lar estará pronto para dar início à vida a dois.

6.1 Abra os presentes aos poucos

Um erro muito comum que os recém-casados cometem é o de abrir todas as embalagens de uma só vez. Isso gera dois problemas: uma grande quantidade de itens a ser organizada e caixas espalhadas por toda a casa.

Em vez disso, prefira abrir os embrulhos aos poucos. Vocês poderão avaliar cada item com cuidado e organizar o volume que preferir, sem pressa ou grandes exigências.

Para completar, fazer tudo com calma e aos poucos permitirá que cada embrulho seja uma surpresa e uma recordação desse momento especial!

6.2 Crie categorias para separar os itens

Depois dessa primeira organização, vale a pena considerar realizar um processo ainda mais completo para deixar tudo funcional.

Para tanto, é necessário separar os objetos em categorias. As louças, por exemplo, devem ser separadas por tipos e as roupas de cama, por cores. Os eletrodomésticos e móveis ficam juntos em seus respectivos cômodos, assim como os itens de decoração.

Além disso, preparem-se para organizar as roupas e os objetos de valor sentimental que já estavam antes com vocês.

O principal objetivo não é apenas guardar os itens, mas facilitar para que eles sejam usados ao longo dos próximos meses.

6.3 Doe itens antigos

Como dito, é preciso organizar, também, o que os noivos já tinham. Porém, em meio a essa mudança talvez vocês descubram que já não precisam de um móvel ou que uma roupa já tinha sido até esquecida no armário.

Para começar a vida de casados com o pé direito, que tal doar peças antigas? Separe as que estiverem em bom estado e direcione-as para quem mais precisa.

Além de ser uma boa ação, é uma forma de abrir espaço para todos os itens recebidos de presente e para tudo o que virá pela frente.

6.4 Considere contar com ajuda

Se tiver sobrado um dinheiro do casamento e não querem ter preocupações com a organização, então é possível contratar profissionais especializados no assunto.

Os chamados professional organizers são responsáveis por deixar tudo em ordem e pronto para ser usado, com o máximo de praticidade.

Se não for possível, é sempre válido ter a ajuda de familiares e amigos. É, inclusive, uma nova oportunidade para celebrar, novamente, o enlace.

Como resultado, dá para voltar da lua de mel e encontrar tudo organizado e perfeito para uma nova etapa da vida!

Com essas recomendações de organização de casamento, o matrimônio acontecerá sem problemas e a vida a dois começará com o pé direito.

Gostou dessas dicas? Comente e nos conte a sua opinião e suas dúvidas sobre o tema!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This