um dos tipos de cooktop

Quando chega a hora de atualizar sua cozinha ou até mesmo iniciar um projeto para a casa nova, optar por um entre os tipos de cooktop existentes no mercado traz sempre uma boa dose de sofisticação, praticidade e beleza ao projeto.

Afinal, a cozinha, que era um ambiente apenas para preparação dos alimentos, hoje ganhou um upgrade e pode ser sua grande aliada nas reuniões, recepções e festas, uma vez que a adoção da “cozinha americana”, integrando melhor os ambientes da casa, deixou esse importante cômodo mais visado e harmonizado com o restante da casa.

A escolha de um cooktop, substituindo os fogões tradicionais, além de proporcionar maior facilidade na montagem de móveis planejados, pode trazer mudanças, inclusive, na forma de cozinhar, com as diferentes tecnologias aplicadas. Confira!

Tipos de cooktop

Cooktop a gás: o mais econômico

Para quem deseja abandonar o fogão tradicional, mas não tem intenção de realizar um investimento muito alto, a versão a gás é a mais indicada, pois possui o valor mais baixo entre os tipos de cooktop, sem perder o charme.

Além disso, ela permite empregar utensílios comumente utilizados no tradicional fogão a gás, como panelas e frigideiras de ferro fundido, alumínio, pedra, vidro, cerâmica, entre outros materiais.

Possui também bastante similaridade com o fogão tradicional, com queimadores (as famosas “bocas de fogão”) que utilizam gás para geração de chama, e botões giratórios para escolha da intensidade. Porém, comparando a opção a gás com outros tipos de cooktop, podemos apontar alguns detalhes que podem reduzir um pouco as vantagens desta versão.

Um deles é a necessidade de maior planejamento de instalação por conta da utilização de gás (normalmente com o encanamento fixo ou o pesado botijão); outro é o fator segurança, uma vez que a chama exposta e um possível vazamento de gás podem causar acidentes (principalmente quando há crianças por perto).

Cooktop elétrico: beleza, segurança e boa compatibilidade

Quando a intenção é mesmo levar mais requinte e beleza à cozinha, um cooktop elétrico é uma ótima opção.

É fato que ele possui um valor um pouco mais elevado quando comparado ao cooktop a gás, porém sua base vitrificada completamente lisa e discreta é muito bela, além de exibir um tom avermelhado quando em funcionamento, um atrativo a mais pela diferença ao queimador tradicional.

Outra grande vantagem sobre a versão a gás está no acréscimo de segurança, pois não há chama exposta, além de só exigir uma tomada, eliminando dificuldades maiores quanto ao local de instalação por conta do ponto de gás. Sem contar a limpeza, facilitada pela superfície plana.

Porém, para um o cooktop elétrico, se recomenda certo cuidado quanto a seleção da panela ou frigideira, sendo interessante evitar as opções em alumínio ou ainda com fundos desnivelados, prejudicando o contato com a base do cooktop e a correta distribuição de calor.

Aliás, o calor é outra questão que requer atenção na versão elétrica: normalmente, os alimentos atingem maiores temperaturas mais rapidamente do que quando preparados na versão a gás, o que requer alguns cuidados nos primeiros dias de utilização.

Cooktop de indução: o mais revolucionário entre os tipos de cooktop

Sim, há uma opção de cooktop que certamente deixará seus convidados bastante curiosos ao visitarem sua cozinha: o cooktop de cozimento por indução.

Visualmente, ele não costuma ser tão diferente quando comparado ao cooktop elétrico, porém seu grande diferencial está na maneira de preparo dos alimentos: ele não gera calor, mas sim magnetismo, conduzido por bobinas, o que movimenta as moléculas da panela que está sobre a base, aquecendo os alimentos.

Além de possuir o maior valor entre os três, apresenta considerável consumo energético, porém um pouco menor do que o cooktop elétrico. Entretanto, é o mais seguro entre eles, já que sua superfície só permanece quente enquanto está em funcionamento, com a panela sobre o local.

Um detalhe importante está na restrição dos utensílios: como ele trabalha com um campo magnético, a panela ou frigideira necessita ser composta por materiais específicos, como ferro fundido ou mesmo de aço inox disposto em múltiplas camadas.

O que mais devo saber sobre um cooktop

Antes de selecionar a versão que mais se encaixa ao seu projeto, é importante estudar melhor os utensílios de cozinha, não só pelos tipos de panelas e frigideiras que são necessárias para o correto funcionamento do cooktop, mas também pelo requinte oferecido, casando um utensílio mais charmoso com a beleza de um cooktop, independente do tipo escolhido.

Outro ponto importante, focando em questões de integração com o ambiente e beleza, é a escolha do material da base do cooktop, sendo possível optar por bases feitas em diferentes materiais, como o resistente aço inox (comum na versão a gás), o vidro e a vitrocerâmica, ambos bastante similares visualmente, mas com produção diferenciada.

Além das bases, ainda é possível escolher entre botões de girar (como estamos acostumados nos tradicionais fogões), ou controles e mostradores digitais, o que deixa a superfície do cooktop  mais plana e traz um toque adicional de modernidade.

Como escolher o cooktop perfeito

As três opções atendem bem a diversos cenários, sendo a versão a gás bastante indicada para quem procura o cooktop com valor mais atraente, normalmente desejando aproveitar melhor o espaço disponível, que muitas vezes é limitado em uma cozinha compacta.

O cooktop elétrico é um intermediário quanto ao valor e é mais indicado para quem deseja investir um pouco mais, sem abrir mão da beleza e praticidade. A eliminação da necessidade do ponto de gás também pode ser um grande motivador dessa versão.

Obviamente, o cooktop de indução é o mais revolucionário e interessante entre os tipos de cooktop apresentados. Tem valor mais elevado, mas atende bem quem deseja uma tecnologia mais recente em sua cozinha, que encante convidados, seja energeticamente eficiente e bastante segura.

Considerando mais uma dose de renovação, em alguns casos, a base do cooktop de indução apresenta sensores que auxiliam na sua utilização, como sensores de transbordamento (que desligam a área da base onde o líquido está caindo), de aquecimento excessivo ou até mesmo de esquecimento!

Como já está presente no mercado há algum tempo, é relativamente fácil encontrar um cooktop nas lojas. Entretanto, comprá-lo on-line é a melhor forma de garantir valores mais baixos, além de ser possível encontrar diversos materiais explicativos, vídeos com comparações, entre opiniões de outros consumidores, que poderão facilitar ainda mais sua escolha.

Quem está se preparando para casar conta com mais esse bônus: a presença dos diversos tipos de cooktop para inclusão em listas de casamento nas lojas e sites.

Se interessou e quer saber mais sobre utilidades de cozinha, tipos de cooktop ou montar sua lista de casamento? Então não deixe de conhecer o nosso site!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This