pessoa organizando a cozinha

Quem é que não gosta de ter uma casa sempre bonita e arrumada? Para tanto, a organização doméstica tem que se estender para todos os cômodos. Então, que tal começar organizando a cozinha?

O cômodo onde são preparadas todas as refeições merece uma atenção especial. E com os cuidados certos, o local não ficará apenas bonito, mas também será muito mais útil. No cotidiano, você notará que isso faz toda a diferença.

Na sequência, veja dicas de como deixar a casa organizada ao cuidar desse lugar!

1. A importância de uma cozinha bem organizada

Não importa se a sua cozinha inclui a mesa de jantar ou se a proposta é dividir ambientes. Esse cômodo merece atenção especial, tanto de quem recebe amigos toda semana quanto de quem tem uma vida tranquila. Afinal, a arrumação é a chave de um lar ainda mais incrível.

Antes de dar os primeiros passos e se ver organizando a cozinha, é essencial entender por que isso é tão importante. Você terá uma motivação extra para realizar a tarefa e poderá aproveitar os ótimos efeitos. A seguir, veja alguns motivos para executar essa organização:

1.1 Higiene

Já que esse cômodo é o local onde todas as refeições são preparadas, faz sentido que ele tenha que ser bem limpo. Isso garante receitas seguras e saborosas, livres de quaisquer problemas ou contaminações.

A bancada, por exemplo, tem que ficar organizada para que não acumule microrganismos e sujeiras. Na hora de trabalhar uma massa de torta, a família não corre nenhum risco.

Isso também significa manter o fogão e a geladeira sempre limpos, bem como o chão, os armários e outros pontos. No final, é algo que garante uma experiência melhor e mais segura.

1.2 Estética

Também não dá para negar que o processo tem a ver com a estética. Até porque, é normal se sentir bem vendo algo arrumado, então essa é uma parte do processo. E com uma boa organização dá para garantir que todo o espaço fique visualmente agradável.

Além de tudo, a questão estética tem a ver com a decoração do lar. Não adianta planejar um estilo para a cozinha e deixá-la desorganizada. No final, o cuidado com a arrumação de todo o espaço faz com que as escolhas decorativas se destaquem e ganhem força.

1.3 Praticidade

O processo de organização da cozinha torna tudo mais prático. É um ótimo jeito de sempre achar aquilo que deseja, o que ajuda na hora de executar tarefas, como preparar o almoço ou o jantar.

Também é algo essencial para garantir maior eficiência e diminuir o tempo necessário para manter a organização. Ou seja, ao arrumar o cômodo, você consegue utilizá-lo da melhor maneira. Com o uso facilitado, o espaço se torna interessante para o cotidiano da família.

1.4 Conforto

Na hora em que estiver organizando a cozinha, vale saber que esse é um processo essencial para o conforto. Ao executar essa atividade da melhor maneira, o lugar pode ser usado de uma forma conveniente para a família e para as principais necessidades.

Com tudo no local e com a grande praticidade envolvida, o ambiente se torna especialmente confortável. Isso é importante para o dia a dia, principalmente porque garante um espaço ainda melhor e mais preparado para atender às diversas exigências.

2. Os benefícios de uma cozinha organizada

Até aqui, você já viu quais são os pilares impactados pela organização desse ponto da casa. Agora, vale a pena entender que esse é um processo muito benéfico para o uso doméstico.

Mais do que conseguir uma casa perfumada, é um jeito de mudar a forma como todos se relacionam com o espaço. Na sequência, veja quais são as maiores vantagens ligadas a esse processo de arrumação:

2.1 Valorização e aproveitamento do local

Atualmente, é natural encontrar imóveis compactos e com disposições específicas. Especialmente nos grandes centros, onde o espaço é limitado, é comum que os lares tenham tamanhos reduzidos. Diante dessa tendência, o local onde estão o fogão e as panelas frequentemente tem dimensões menores também.

Quando você estiver organizando a cozinha, por outro lado, perceberá que é possível explorar ao máximo o cômodo. Com cada coisa em seu lugar e do jeito certo, fica muito mais fácil aproveitar cada cantinho, mesmo que as dimensões sejam menores.

Além de tudo, é uma forma de valorizar o ambiente. A decoração recebe destaque extra e o visual do local fica muito mais agradável e harmônico.

2.2 Facilidade para encontrar utensílios

Outro ponto importante da arrumação é que cada item ganha o seu lugar. Afinal, a organização exige planejamento e o uso de soluções específicas. Na hora de explorar o espaço disponível, fica muito fácil saber onde se encontra aquele utensílio do qual você precisa ou onde está a panela perfeita para aquela preparação.

Esse é um grande benefício porque simplifica todo o processo. Cozinhar fica descomplicado e você não tem que se preocupar em não achar aquela faca no momento em que mais precisa. Inclusive, é algo que permite que todos participem da cozinha e da criação dos pratos.

2.3 Diminuição do tempo de preparo

Essa facilidade em encontrar os elementos também é essencial para ajudar a economizar tempo. Imagine abrir o armário para procurar um pote e não encontrá-lo. Mais que isso: ao abrir a porta, você precisa equilibrar diversos utensílios que estão prestes a cair. A receita, que levaria 15 minutos, tem o tempo multiplicado, já que na maior parte do período você teve que fazer uma organização de emergência.

Portanto, cuidar da arrumação também é essencial para diminuir o tempo que é gasto com a preparação das diversas receitas. Isso oferece um período maior para passar com a família, bem como para aproveitar aquele jantar delicioso com os amigos.

2.4 Prevenção de desperdícios

Deixar tudo desorganizado é a receita para perder visibilidade. É o que acontece ao montar a cozinha após o casamento e não dar atenção a certos presentes. Quando você vai ver, comprou um pote que já estava guardado lá no fundo — e desperdiçou dinheiro.

Além de tudo, não arrumar o espaço aumenta os riscos de comida sendo jogada no lixo. Uma despensa sempre bagunçada, por exemplo, dá origem a alimentos vencidos e que têm que ser descartados.

Já com um bom processo de organização, fica mais fácil economizar tempo, dinheiro, alimentos e itens. Ao ter visão sobre tudo o que está disponível no cômodo, é viável aproveitar todo o potencial sem desperdiçar nada.

3. Como organizar a cozinha

Depois de descobrir por que a etapa é importante, é o momento de saber como realizar a arrumação do espaço. Organizando a cozinha do jeito certo, você poderá aproveitar ao máximo todo o potencial.

Por mais que o processo pareça difícil, basta aplicar as técnicas certas para obter os melhores resultados. Veja algumas dicas imprescindíveis:

3.1 Adote um método de organização

Como dito, é essencial que a organização siga uma proposta. Usar técnicas específicas garante um tempo menor para chegar a bons resultados, já que simplifica toda a etapa. Então, você pode criar seu próprio método ou usar um que já existe.

Se quiser inventar quando estiver organizando a cozinha, pense no que deseja arrumar primeiro e como será o processo. Crie um padrão, como deixar certos potes em uma área específica do armário ou colocar todos os eletroportáteis em uma bancada.

Já se estiver à procura de um que já existe, há muitos gurus de organização do espaço. Marie Kondo é uma das mais famosas, por causa de seu método KonMari. Entre outras coisas, ela fala sobre manter apenas o que é útil e centralizar todos os objetos semelhantes. Em vez de deixar panelas espalhadas por vários armários, por exemplo, o melhor é concentrá-las em um só local.

Assim como ela, há outros profissionais com dicas que podem ser aplicadas no seu lar, dependendo das suas necessidades e interesses.

3.2 Faça uma limpeza profunda

Planejou como deve ser feita a organização? Ótimo! Agora é a hora de começar a limpeza para garantir os melhores resultados. Tire tudo dos armários, da geladeira e de outros espaços de armazenamento, como a cristaleira de vidro.

Faça uma limpeza total nas prateleiras, caixas, gavetas e assim por diante. Se os itens estiverem guardados há um longo período, vale a pena limpá-los completamente para tirar a poeira e outras impurezas. A ideia é preparar todos os locais para receber os objetos que serão armazenados de acordo com a proposta de organização.

3.3 Elimine itens que não são mais utilizados

Após a limpeza pesada, é hora de começar a se livrar dos excessos. Fica muito fácil organizar a cozinha se você tiver por perto somente aquilo de que vai precisar. Então, elimine o que não serve.

Alimentos com a validade vencida ou que não estiverem bons para o consumo devem seguir para a lixeira. O mesmo vale para utensílios quebrados ou que já não cumprem a sua função.

Talvez aquele eletrodoméstico que você ganhou na lista de casamento já não seja mais útil, como acontece com quem compra um melhor, por exemplo. É hora de se livrar dele — doando ou jogando fora.

3.4 Organize os acessórios

Em seguida, comece a arrumar os acessórios e tudo o que estiver ligado à cozinha. É o caso dos talheres. Antes de colocá-los na gaveta, tenha uma cestinha ou separador, pois isso facilita na hora de retirar.

Quanto aos aparelhos de jantar, deixe à mão os que forem usados com maior frequência. Os especiais podem ficar em prateleiras mais distantes, o que libera espaço para elementos do cotidiano.

As panelas devem estar todas no mesmo armário e as tampas têm que estar igualmente organizadas. Ao agir dessa forma, torna-se simples achar os elementos quando mais precisar.

3.5 Pendure os itens mais utilizados

Para facilitar o seu cotidiano, é muito interessante deixar pendurados os acessórios que forem utilizados com maior frequência. O avental, por exemplo, deve estar sempre à mão, bem como a luva de proteção para o forno. Na hora de tirar aquele assado, você não terá que procurar por todo o espaço.

Também vale a pena pendurar conjuntos de utensílios, tábua de corte e até aquelas panelas que são sempre úteis no cotidiano. Aproveite espaços pouco explorados, como a lateral da bancada da pia, para “instalar” penduradores especiais.

4. Os itens essenciais para a organização da cozinha

Na hora de realizar esse processo de arrumação, é indispensável contar com alguns objetos. Eles permitem executar as atividades da melhor maneira e deixarão a sua cozinha ainda mais bonita e prática.

Conhecer o que é essencial de verdade é determinante para fazer boas escolhas e adquirir os elementos ideais para as suas necessidades. Veja o que não deve faltar e prepare-se para equipar o seu cômodo:

4.1 Armários

Os armários são mais que objetos de armazenamento. Eles são ótimos recursos de apoio e servem para garantir que o espaço tenha a melhor disposição de itens. Sem eles, é muito difícil obter a organização desejada.

Dentro dos armários, é possível dispor pratos, copos, panelas, potes e outros utensílios. O ideal é que eles sejam divididos em prateleiras e, se for viável, que tenham gavetas. Podem ficar abaixo da pia ou bancada e também na parte de cima, dentro de uma proposta de verticalização.

Apenas lembre-se de que quanto mais espaço de armazenamento houver, maiores serão as chances de bagunça. Portanto, fique de olho e faça um bom planejamento.

4.2 Lixeiras

A organização da cozinha também tem a ver com limpeza e higiene, certo? Então, é fundamental contar com os elementos certos para descartar embalagens e partes que não serão aproveitadas dos alimentos.

As lixeiras cumprem essa função e devem contar com o espaço necessário. Cozinhas muito movimentadas precisam de lixeiras maiores, justamente para que a tarefa de tirar o lixo não atrapalhe a preparação. Também é essencial que sejam duráveis e possam ser limpas sem dificuldade, assim o ambiente fica sempre limpo.

4.3 Potes

Os potes são grandes auxiliares da organização da cozinha. Eles ajudam a guardar alimentos já preparados, bem como legumes e verduras lavadas. Ao armazenar os itens de geladeira corretamente, você garante a limpeza do eletrodoméstico.

Eles também servem para quem deseja ter uma despensa mais organizada. O truque é optar por potes transparentes e de vários tamanhos. Etiquetá-los fortalece a arrumação e permite que você veja tudo o que está disponível.

4.4 Organizadores

Por falar em arrumação, vale a pena lançar mão de objetos organizadores. Cestas de todos os tamanhos ajudam a armazenar vários itens de uma maneira prática, principalmente nas gavetas.

Separadores de talheres deixam o faqueiro organizado, enquanto os cepos evitam que as facas especiais fiquem espalhadas. Pense em todos os elementos que tornam tudo mais fácil e com boa disposição.

4.5 Suportes

Quando estiver organizando a cozinha, você notará que precisa de alguns suportes especiais para certas atividades.

O suporte de pia ajuda a manter tudo no lugar, enquanto os escorredores são ideais para o momento de lavar louça. Os suspensos, como aqueles com ganchos, auxiliam a pendurar itens, os quais incluem desde o avental ao papel-toalha. Vale usá-los com sabedoria para melhorar a disposição, mas sem comprometer a decoração.

4.6 Fruteiras

As fruteiras evitam que os alimentos fiquem espalhados e até ajuda a compor o visual da mesa ou de um armário.

Elas aparecem em várias versões, como de cristal ou porcelana, bem como das transparentes às coloridas. A dica é escolher uma com o tamanho adequado para o local que ocupará, de modo a potencializar o uso.

5. Onde comprar esses elementos

Já que é fundamental ter esses itens em casa, é a hora de saber onde comprá-los. Uma loja especializada é a melhor alternativa, pois essa escolha oferece a certeza de que todos os itens realmente serão úteis no seu cotidiano.

Mas entre tantas opções, como escolher aquele estabelecimento que disponibiliza aquilo que você procura? A seguir, conheça a resposta.

5.1 Confira a variedade

Para tornar tudo mais prático, nada melhor que poder fazer todas as compras em um só lugar, certo? Assim, você não tem que fazer várias buscas e consegue chegar ao resultado tão desejado.

Para ter sucesso nesse sentido, veja qual é a variedade de itens à venda. Desse modo, você tem a certeza que poderá adquirir tudo aquilo de que precisa para dar início a uma organização completa.

5.2 Analise as marcas

A qualidade dos itens é determinante. Poder contar com objetos que são duráveis e que cumprem a sua função faz com que toda a execução seja mais fácil.

Então, ao considerar a loja, não deixe de avaliar as marcas. Veja se elas são conhecidas pela qualidade e se oferecem produtos que se destacam. Esse processo ajuda a garantir maior nível de satisfação, pois você pode escolher aquelas que conhece.

A variedade de marcas é mais uma questão importante, já que consegue adquirir o que for conveniente para as suas necessidades.

5.3 Pense no modo de compra

Além de tudo, é essencial ficar de olho em como acontece a compra. Diante de um cotidiano cada vez mais atribulado, a praticidade é uma palavra de ordem. Poder escolher, pagar e adquirir pela internet ou pelo telefone é muito conveniente. Então, opte por uma boa loja com essas modalidades.

Ao mesmo tempo, não se esqueça da segurança. Veja se a marca é reconhecida, se há boas indicações de outros compradores e se existe total segurança na etapa.

6. Cuidados para manter a cozinha organizada

A organização da cozinha não é um momento único. Ela envolve todo um processo que precisa ser seguido e repetido, de modo a obter os melhores resultados de forma consistente. Assim, a sua casa se mantém sempre bonita e o cômodo permanece do jeitinho que você deseja.

Para conseguir garantir a ordem e deixar tudo em dia, você verá algumas dicas essenciais. Continue a leitura e saiba como fazer os seus esforços durarem.

6.1 Não deixe que sujeira ou bagunça se acumulem

A regra número um para manter o sucesso da arrumação é sempre evitar o acúmulo de elementos para limpar. Bagunçar tudo para ter que arrumar depois é muito improdutivo, então o ideal é tentar manter cada coisa em seu lugar.

Evite deixar louça suja de um dia para o outro ou de recorrer aos armários para esconder a bagunça. Quando estiver cozinhando, lave e organize os bowls e panelas conforme forem usados. Isso tudo faz a diferença para manter o ambiente mais sempre prático e conveniente.

6.2 Tenha atenção com as áreas críticas

A coifa é um excelente componente, já que ajuda a evitar que a gordura se espalhe por outros pontos da casa. No entanto, não adianta deixá-la em funcionamento e nunca fazer manutenção. O ideal é limpá-la sempre após o uso — mesmo que ela seja utilizada todos os dias.

Também é preciso tomar cuidado com respingos no fogão ou cooktop, bem como no forno. Essas são áreas críticas e que podem tornar a sua cozinha bagunçada em pouco tempo. Ao dar a atenção devida, a tarefa de cuidar do ambiente fica bem mais simples.

6.3 Faça as adaptações necessárias

Não é porque você gastou alguns dias organizando a cozinha que o resultado tem que ser mantido durante um longo período. Às vezes, a quantidade de panelas aumenta ou o número de potes necessários se torna menor. Nesses casos, é normal ter que pensar em uma nova disposição de elementos.

Portanto, a dica é sempre avaliar as suas exigências e como anda o seu cotidiano. Se ao longo do uso do espaço for preciso pendurar um suporte em outro local, ou se for necessário mudar o lugar de certos armários, não hesite em fazê-lo. Quanto mais adequado for o cômodo para o seu dia a dia, maiores são as chances de mantê-lo limpo.

Com essas dicas, você terá menos dificuldade na hora em que estiver organizando a cozinha. No final, é possível ter um espaço funcional, bonito e conveniente, o que torna o cômodo ainda mais importante para toda a família!

Se quiser outras dicas para cuidar da casa do melhor jeito, assine a nossa newsletter e receba posts fresquinhos em sua caixa de entrada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This