Veja quais são os tipos de temperos que não podem faltar na cozinha

vários tipos de temperos

Por mais simples que seja, qualquer refeição pode se tornar inesquecível. Basta conhecer bem os tipos de temperos existentes para conseguir incrementar até o seu arroz e feijão do dia a dia.

Ervas, condimentos, pimentas e especiarias são responsáveis por enriquecer os alimentos com incríveis aromas e sabores. Inclusive, mesmo os ingredientes mais caros e refinados podem ficar sem graça se os temperos não forem utilizados corretamente.

Então, quer conhecer alguns dos principais tipos de temperos que você não pode deixar de usar nas suas preparações? Continue esta leitura!

Orégano

O orégano é uma erva que pode ser usada tanto em sua forma fresca quanto seca (desidratada). Apesar de ser muito associado associadas às pizzas e massas, ele também vai bem em vários outros preparos, como batatas assadas, receitas com molhos brancos ou peito de frango.

No entanto, é preciso tomar um pouco de cuidado. Como o seu sabor é bem marcante, o orégano pode sobressair nas receitas se usado em excesso. Por isso, especialmente em pratos mais delicados, é indicado evitar o uso ou ter atenção à quantidade. É o caso das receitas com peixes e frutos do mar, por exemplo.

Alecrim

Por ser resistente a altas temperaturas, o alecrim é uma erva ideal para ir ao forno, podendo ser incluído em marinadas, carnes e batatas assadas. Seu aroma inconfundível vai bem com porco, coelho, cordeiro e peixe — no entanto, use-o com bastante cautela, pois seu sabor é enjoativo para algumas pessoas. Ele também pode ser encontrado nas versões fresca e desidratada.

Um outro uso muito interessante para o alecrim é a aromatização de vinagres e azeites, que ficam ideais para serem usados com diferentes finalidades. Quando for dourar um salmão na frigideira, por exemplo, experimente juntar um pouco de alecrim à manteiga. O sabor vai te surpreender!

Folha de louro

É impossível falar de louro e não se lembrar de feijoada, não é mesmo? Afinal, a iguaria brasileira simplesmente não é a mesma se essa folha tão conhecida não for incluída no caldeirão! Mas o que muita gente não sabe é que a folha de louro também vai muito bem com outros preparos com cozimento, como sopas, molhos e ensopados.

Lembre-se apenas de sempre remover as folhas de louro antes de servir o prato, já que sua textura não é a ideal para consumo. Apenas o aroma já é suficiente para realçar o melhor dos outros ingredientes.

Noz-moscada

A noz-moscada é uma especiaria oriunda da Índia e da Indonésia que caiu no gosto do ocidente. O motivo é que o seu sabor levemente adstringente é capaz de harmonizar de forma surpreendente tanto com pratos doces quanto salgados.

Um uso bem clássico da noz-moscada é no molho bechamel, em purês e em outras preparações com manteiga e leite. Mas também é possível usá-la em compotas de frutas e em tortas doces, que necessitem de muitas especiarias — como a pumpkin pie (ou torta de abóbora), muito consumida pelos norte-americanos no dia de Ação de Graças.

A noz-moscada pode ser adquirida em pó ou pode ser ralada na hora da execução da receita, o que é mais indicado. De toda forma, tenha atenção, porque apenas uma pitadinha é suficiente!

Manjericão

O manjericão é outro dos tipos de temperos que marca presença onde quer que seja usado. Um exemplo é a pizza margherita e o molho pesto.

Para incluí-lo em mais preparos, aposte em tomates assados, saladas, mussarela de búfala e alguns frutos do mar, como a lagosta. E, para potencializar ainda mais o sabor e não descaracterizar as propriedades dessa erva, a dica é rasgas suas folhas frescas, em vez de picá-las com a faca.

Alho e cebola

Essa dupla imbatível é o tempero campeão do Brasil. Seja na hora de fazer o arroz, seja para refogar o feijão ou para preparar qualquer outro prato em uma panela bem quente, não há melhor forma de iniciar do que dourando bem esses dois ingredientes! Só é preciso cuidado para não deixá-los queimar, pois isso pode deixar toda a receita com um sabor bem amargo.

Cebolinha

Que receita brasileira que não tem na sua lista de ingredientes o famoso cheiro verde? Pois esse ingrediente quase mágico nada mais é do que a união da salsinha com a famosa cebolinha, tão presente nas residências de todo o país.

A cebolinha picada é muito usada em omeletes, saladas, vinagrete, patês e mais uma infinidade de outras preparações. Por ser muito delicada, é ótima para ser usada em pratos frescos, crus e servidos frios. Já se a ideia for utilizá-la em um prato quente, o ideal é deixá-la pouco tempo no forno, ou mesmo incluí-lo apenas na hora da finalização. Assim, você consegue deixar o prato com um frescor muito especial, mesmo que a receita tenha uma quantidade maior de gordura.

Pimenta-do-reino

Ainda que no Brasil a pimenta-do-reino mais utilizada seja a preta, também é possível encontrar esse ingrediente nas versões verde, branca e vermelha. E a diferença entre elas, além do sabor, é o tempo de maturação e o modo de preparo até chegar à comercialização.

A versão preta é usada praticamente em todo tipo de preparo de carnes, aves, purês e vegetais, muito mais com o motivo de realçar as notas de sabores do que de oferecer picância. Já a pimenta-do-reino branca é mais indicada para peixes e frutos do mar.

O tipo verde é mais encontrado em conservas e chega ao consumidor de forma bem aromática, enquanto a pimenta-do-reino vermelha é colhida já na fase madura e, por isso, é bem difícil de ser encontrada.

Como você viu, conhecer os variados tipos de temperos é fundamental para inovar nas receitas e surpreender tanto a sua família quanto os convidados. Agora, para organizar tantas ervas e especiarias, nada é melhor do que fazer uso de um prático e charmoso porta-temperos! Assim, além de ter tudo de que precisa sempre à mão, você ainda decora a sua cozinha e mostra para todos o quanto é entendido do assunto!

Então, gostou deste conteúdo? Se quiser outras dicas para impressionar ainda mais na cozinha, conheça também os 5 melhores petiscos rápidos para convidados!

 

formas de decorar para otimizar espaço

Não perca 6 dicas de decoração para otimizar o espaço do apartamento

Ao procurar um apartamento nos dias de hoje, é comum se deparar com unidades menores, principalmente nas metrópoles. Isso se deve ao aumento da população e, para comportar o número de pessoas, os prédios são a melhor opção. Para superar essa questão, é fundamental otimizar espaço.

Contudo, na hora de explorar o tamanho limitado, logo surgem dúvidas de como otimizar espaço e ter conforto. Com alguns truques, é possível tirar máximo proveito do seu lar e dar a sensação de amplitude tão desejada.

Quer saber como aprimorar a área útil do seu apartamento? Então confira nossas 6 dicas de decoração!

1. Utilize espelhos

Além de dar um toque elegante, utilizar espelhos nos ambientes é uma ótima forma de deixar o espaço visualmente maior. Como a imagem do cômodo será duplicada, há a sensação de amplitude.

A dica é usar os espelhos com cautela e não exagerar. Posicione o item em lugares estratégicos, como atrás da mesa de jantar, por exemplo. Quanto maior for a iluminação, melhores são os efeitos.

2. Escolha móveis de tamanhos adequados

Para otimizar espaço, é essencial que as dimensões dos móveis estejam de acordo com o apartamento. Não adianta escolher um sofá de 3 lugares para receber amigos se a circulação da sala será comprometida.

Por isso, opte pelo tamanho adequado e, caso precise, lance mão das opções multiúso. As mesas dobráveis oferecem uma área para refeições, enquanto um sofá-cama recebe as visitas de maneira confortável.

Além da largura, é importante cuidar da altura dos móveis, de modo que o plano de visão do cômodo não tenha obstáculos. Isso deixa o ambiente amplo e permite a entrada de luz natural.

3. Explore a verticalização

A verticalização é uma tendência decorativa que combina com apartamentos pequenos. Nessa técnica, as paredes recebem estantes, prateleiras, suportes para bolsas, entre outros elementos. O que fica nessas áreas não ocupa espaço e agrega funcionalidade a casa.

Outra opção é usar móveis que possam ser fixados na parede, a fim de deixar o local abaixo deles livre. Um exemplo é o rack na sala de estar. A área liberada pode ser usada para guardar bancos ou puffs para acomodar os convidados.

4. Aposte nas cores claras

Em cômodos grandes, os tons escuros trazem aconchego e minimizam a sensação de vazio. Porém, em ambientes menores, elas evidenciam as dimensões.

Logo, apostar em cores claras deixa o espaço visualmente maior e iluminado. Mas não é obrigatório usar branco ou cinza em todos os elementos. A dica é apostar em uma nuance clara como base e tons vibrantes em detalhes, como objetos decorativos, almofadas e móveis.

5. Invista nos itens de armazenamento

Em apartamentos pequenos, o principal desafio é armazenar todos os pertences de maneira adequada. Como não dá para usar muitos armários, é imprescindível investir em soluções alternativas.

O primeiro passo é aproveitar os cantinhos que seriam deixados de fora do projeto e instalar móveis planejados e de canto. A verticalização também pode ajudar nesse ponto, posicionando armários pequenos nas paredes para guardar itens que não são usados com frequência, por exemplo.

Por último, invista em móveis com espaço de armazenamento, como camas no modelo box com gavetas ou baú.

6. Mantenha tudo organizado

De nada adianta escolher o tamanho adequado dos móveis, verticalizar a decoração e se atentar a cor dos cômodos se houver itens fora do lugar. A bagunça é um grande inimigo dos ambientes pequenos e compromete a otimização.

Por isso, siga o princípio: depois de usar um objeto, coloque-o de volta. Além de manter tudo organizado, é importante deixar a faxina em dia para que o seu lar fique sempre limpo.

Otimizar espaço em um apartamento pequeno é algo imprescindível para o bem-estar. Ao acertar com essas dicas, ficará fácil circular pelo imóvel e ter uma casa mais bonita e limpa.

Agora que você já sabe como otimizar espaço em imóveis menores, aproveite para conhecer o estilo retrô de decoração!

 

tendências de decoração para 2019 sala

Você precisa conhecer 9 tendências de decoração para 2019

Deixar a casa mais bonita e aconchegante faz toda a diferença. Um ambiente assim favorece a qualidade de vida dos moradores, valoriza o imóvel e faz com que as visitas se sintam bem. Como a área está em constante transformação, é importante estar atento às tendências de decoração para 2019.

As previsões são feitas com base no humor e nas necessidades da sociedade. Apesar de não serem regras absolutas, aproveitar essas direções podem revolucionar a decoração de um imóvel.

Se você precisa de inspiração para decorar a sua casa ou apartamento, continue lendo este texto. Selecionamos algumas das principais tendências do ano para você personalizar ambientes com muito estilo. Vamos lá?

1. Ambientes monocromáticos

Decorar um ambiente com tons monocromáticos em tons pastéis continua em alta em 2019. A opção é atemporal, confortável e elegante. É uma excelente alternativa para quem tem medo de errar na mistura de cores e também para cômodos pequenos.

A utilização das mesmas tonalidades amplia as superfícies e, consequentemente, dá a sensação de que o espaço é maior. Além disso, se torna uma excelente base neutra para destacar itens de decoração, como vasos, quadros, livros, entre outros.

2. Cor bordô e cinza flanela

Escolher a cor da parede é sempre um desafio, não é mesmo? São inúmeras possibilidades e todas parecem incríveis. Todo ano algumas cores se destacam e são definidas pelos especialistas como tendências, que podem ser aproveitadas como inspiração. Em 2019, as cores bordô e cinza flanela vão ser algumas das mais desejadas, de acordo com o Pantone Color Institute.

O tom bordô é um clássico, que deixa o visual requintado e sofisticado. Apesar de ser uma cor sóbria, ela torna o ambiente quente e acolhedor. Sendo assim, é uma boa alternativa para destacar uma das paredes do quarto do casal, por exemplo.

O cinza flanela também está na moda, mostrando que o tom não tem nada de triste ou depressivo. A cor neutra, que agora tende para tons quentes, resulta em um ambiente mais agradável.

3. Minimalismo

A decoração minimalista, estilo que prega que menos é mais, está fazendo sucesso. O objetivo é se livrar de objetos que não estão sendo aproveitados e permanecer apenas com os itens essenciais.

Limpeza e organização também são essenciais: tudo deve ter um lugar próprio e o asseio se torna ainda mais importante. Afinal, uma pequena sujeira chama muito mais atenção em um ambiente minimalista. A tendência também utiliza cores neutras, formas geométricas e móveis multifuncionais. O resultado é um ambiente arejado, organizado e prático.

4. Tijolinhos

Deixar uma parede com tijolinhos a mostra é uma forma de inserir um elemento rústico à decoração, tornando o visual mais acolhedor e simples. A bancada da cozinha ou o fechamento da pia também são locais interessantes para aproveitar os tijolinhos.

O resultado pode ser alcançado com tijolos reais ou com papéis de parede que simulem o item: o importante é ter cuidado com o acabamento e com a qualidade do material escolhido.

5. Folhas e animais

Desenhos e objetos que façam alusão a folhas e animais também estão na moda. A tendência pode estar na tapeçaria, em almofadas, em quadros ou até mesmo em texturas nas paredes. Enfim, tudo o que lembre a natureza pode ser aproveitado.

Vale lembrar que o ideal é apostar em peças sustentáveis, que não façam uso de peles de animais, por exemplo. A sustentabilidade é uma das características mais importantes de um produto atualmente e as grandes marcas já perceberam isso.

6. Verde e madeira

Por falar nisso, ter mais contato com a natureza é uma necessidade hoje em dia. Principalmente nos grandes centros urbanos, as pessoas estão sentindo falta de estar perto de elementos naturais. Uma forma de fazer essa conexão é por meio de plantas.

Além de serem lindas, elas melhoram a energia e a temperatura da casa. Tons de verde na parede também estão em alta e podem ser aproveitados para deixar ambientes mais frescos e envolventes.

Se você não sabe onde colocar os vasos de plantas, saiba que a combinação verde e madeira é atemporal. Pode colocar as plantinhas em cima de um móvel de madeira sem medo de errar. A madeira natural e a madeira escura são materiais que também vão ser muito utilizados em 2019, inclusive nas cozinhas.

7. Dourado

O dourado remete à luz do sol, à prosperidade, à riqueza. Se o objetivo é dar mais sofisticação à decoração, essa é uma ótima escolha. Ele pode estar presente em espelhos, pés de mesas e cadeiras, maçanetas, poltronas e sofás, entre outros.

8. Elementos vazados

Divisórias e cobogós vazados estão no auge. Eles são opções para quem precisa dividir um ambiente, mas não quer ou não pode construir uma parede. Além de ocuparem menos espaço e serem fáceis de instalar, os elementos contribuem para a ventilação e a iluminação natural.

Em alguns modelos, os elementos podem ser aproveitados como estantes e abrigar alguns itens de decoração. As divisórias e cobogós podem ser feitos de aço, madeira, cerâmica e vidro. Os formatos e desenhos também são diversos e podem ser facilmente encontrados no mercado. São úteis e deixam a decoração mais moderna e elegante.

9. Círculos

A estética curvilínea, que fez muito sucesso nos anos 70, voltou com tudo. A ideia está super na moda, principalmente nos móveis. Mesas ou encostos de cadeira redondos são uma maneira sútil e elegante de aproveitar a tendência. A forma geométrica também pode estar presente nas molduras de espelhos, em quadros, papéis de parede ou tapetes, por exemplo.

Conforto é a palavra que poderia resumir as tendências de decoração de 2019. Esperamos que a lista tenha ajudado você a se inspirar, mas lembre-se: sempre considere o seu gosto e estilo pessoal. Não tenha medo de adaptar o que está na moda para que os ambientes fiquem com a sua personalidade. Afinal, a casa é sua. Caso ache necessário, buque ajuda profissional.

Se quiser continuar aprendendo mais sobre o universo da decoração, sugerimos que leia nosso artigo sobre como usar cores na decoração para inovar em seu ambiente.

preparando presentes para quem ama cozinhar

Veja 7 dicas de presentes para quem ama cozinhar

Cozinhar é um hábito que faz parte da vida das pessoas. Muita gente coloca em prática algumas habilidades pela necessidade de se alimentar, mas também há quem seja apaixonado pelo processo.

De chefs profissionais a grandes cozinheiros amadores, sempre tem aquela pessoa que adora estar na cozinha. Para comemorar uma data especial ou apenas dar uma lembrança diferente, é interessante conhecer presentes para quem ama cozinhar.

Ao saber quais são as preferências de quem tem esse hobby, fica muito mais fácil escolher na hora da compra. Além de tudo, é um jeito de acertar em cheio e garantir total satisfação de quem recebe o item. A seguir, veja 7 dicas de presentes para quem ama cozinhar e inspire-se com as melhores escolhas.

1. Panelas

Quem disse que panela não é um presente adequado? Para quem vive perto do fogão ou cooktop essa é uma ótima escolha. Com os produtos certos e de qualidade fica muito mais fácil criar pratos saborosos e que saem como as receitas.

A fim de que não falte nada, os conjuntos de panelas são ótimas opções. Já a espagueteira ajuda a cozinhar massas à perfeição, enquanto as molheiras criam os complementos ideais.

Em épocas de temperaturas baixas as panelinhas de fondue são essenciais, assim como a caçarola para fazer uma bela sopa. Há ainda as panelas especiais, a wok, a grelha e até a frigideira. Desse modo, fica fácil garantir que a pessoa presenteada possa preparar suas receitas favoritas da melhor maneira.

2. Jogo de facas

Nem todo mundo percebe isso, mas quem está sempre na cozinha sabe que as facas são grandes aliadas. Elas facilitam processos como descascar frutas, picar vegetais e cortar carnes. Ter itens de boa qualidade é essencial e ajuda muito a diminuir o tempo de preparação.

Entre os presentes para quem ama cozinhar, portanto, estão esses talheres. Uma boa faca de chef tem múltiplas funções, assim como os conjuntos e cepos. Há ainda versões diversas, como o cutelo e a serrilhada. Para um bom churrasco, as facas para carnes são essenciais. As de legumes garantem um ratatouille perfeito, enquanto a faca de pão ajuda a preparar aperitivos. Por fim, há a faca santoku, que oferece bastante precisão.

3. Formas e assadeiras

O forno é outro grande aliado. De gratinados a grelhados saudáveis, há muitas opções de pratos. É fundamental ter os elementos corretos tanto na hora de cozinhar quanto de servir. Quem tem verdadeira paixão por cuidar das preparações, portanto, vai adorar receber formas e assadeiras. Elas aparecem em todos os tamanhos e formatos, o que garante doces e salgados incríveis.

O ramequin dá um charme único por causa das porções individuais, além de ter um pouco de cor e de refinamento. Já o refratário traz aquele toque especial a uma bela preparação para alimentar familiares e amigos em um jantar saboroso.

Para que tudo saia como o esperado, ainda há alguns acessórios para assar. Pegadores e luvas de silicone evitam queimaduras enquanto o termômetro permite acertar no pré-aquecimento. Com um kit completo, todas as aventuras na cozinha serão mais saborosas.

4. Utensílios de cozinha

Além dos grandes componentes para o cotidiano na cozinha é preciso ter outros acessórios e elementos. Um conjunto de utensílios é especialmente útil, já que ele conta com colheres especiais, escumadeiras, espátulas e medidores. Também há vários utensílios que são ótimos presentes. Tesouras diferentes, como as de ervas ou carnes, agilizam qualquer processo. Já os raladores de queijo ou de ervas dão um sabor especial e finalizam o prato.

Para garantir que nenhum ingrediente fique de fora, os abridores de lata trazem novas tecnologias. Enquanto isso, o pegador e o garfo ajudam a movimentar saladas e demais alimentos. Ainda há outros utensílios, como fatiadores, termômetros e separadores de gemas.

5. Acessórios

Além de tudo, entre os presentes para quem ama cozinhar estão os diversos acessórios. Eles apresentam praticidade e permitem a realização de várias tarefas. Ainda que não pareçam tão legais à primeira vista, são muito desejados por quem gosta da atividade.

A balança garante as medidas precisas, o que leva a receitas perfeitas. Já os bowls de preparo permitem dar a atenção necessária para cada etapa e ainda deixam o espaço mais bonito. O pilão é ideal para moer temperos e outros ingredientes, enquanto um bom porta-tempero ajuda na organização. Na hora do churrasco, kits de churrasqueira e tábuas de corte são essenciais para deixar tudo macio, suculento e saboroso.

6. Eletrodomésticos

Para tornar tudo mais prático nesse ambiente, nada melhor que poder contar com eletrodomésticos e portáteis. Eles ajudam a executar funções básicas e oferecem muita conveniência nos preparos.

Chaleiras elétricas, máquinas de café, sanduicheiras e torradeiras são ótimas para o café da manhã ou um lanche com amigos. O liquidificador e a batedeira são essenciais para algumas preparações e a panela elétrica permite o cozimento lento e adequado.

Os fornos elétricos, por sua vez, trazem praticidade para finalizar ou mesmo preparar pratos completos. Para acompanhar, o extrator de sucos oferece bebidas saudáveis.

7. Louças e aparelhos

Quem gosta de cozinhar, normalmente, não tem uma paixão apenas pelo cômodo em que toda a mágica acontece. É comum haver um cuidado todo especial na hora de servir, o que significa preparar a mesa de jantar da melhor maneira. Para isso, contar com belas louças e aparelhos adequados faz toda a diferença, certo? Por causa de tal aspecto, esses componentes também estão entre as dicas de presentes para quem ama cozinhar.

Um bom aparelho de jantar surpreende qualquer um que o receba, além de ser um presente que dura muito tempo. Ainda dá para investir em jogo de consomês, bem como em bules e aparelhos de chá. As xícaras e canecas tornam o café da tarde ainda mais interessante.

Ao conhecer os presentes para quem ama cozinhar você tem a chance de acertar em cheio no pedido. Para causar uma boa impressão, faça as compras em locais que ofereçam produtos adequados. O ambiente online é uma ótima alternativa e traz conveniência e praticidade. Assim, presentear fica mais fácil.

Gostou deste post? Quais sugestões chamaram a sua atenção? Deixe um comentário e aproveite para participar!

tipos de copos para vinhos

13 tipos de copos que você precisa ter!

Nada melhor do que receber os amigos em casa. Organizar uma noite da pizza, um dia de jogos ou mesmo curtir um filme na companhia daqueles que amamos é sinônimo de felicidade e prazer. Para tudo ficar ainda mais perfeito, nada melhor do que ter comidas e bebidas para acompanhar. E você sabia que para cada bebida, há tipos de copos específicos?

Mas por que eles são diferentes e como saber qual modelo usar? Para te ajudar na hora de escolher o copo ou taça ideal para servir os seus convidados, preparamos esta superlista explicando o que é cada um e qual o seu uso ideal.

Confira nossas dicas e tire o melhor proveito de cada bebida!

Por que usar um copo diferente para cada bebida?

No mercado há uma grande variedade de copos e taças, e cada uma conta com suas particularidades que garantem que o sabor, aroma e intensidade da bebida possam ser sentidas em sua plenitude. Até mesmo o formato e tamanho de cada recipiente influenciam no resultado final.

Inclusive, o tipo de material usado na fabricação influencia na liberação das características olfativas de cada bebida. Enquanto os de vidro são mais resistentes, as de cristal são mais leves e sonoras e, como contam com chumbo em sua composição, são mais porosas. Isso porque as moléculas da bebida se dividem ao baterem contra a parede da taça, liberando assim toda a sua intensidade.

Quais os tipos de copos toda casa deve ter?

Agora que você já sabe porque cada copo tem um modelo diferente, veja a seguir os tipos de copos e taças específicos para apreciar cada bebida.

1. Americano

O mais popular dos copos é o Americano, que tem capacidade para 190 ml. Ele é usado para os mais diversos fins pela sua praticidade, acomodando cafés, sucos, refrigerantes, cerveja, entre outros. Apesar do nome, a produção é brasileira; é um orgulho nacional e seu tamanho garante que a bebida quente ou gelada esteja na temperatura ideal até o último gole.

2. Lager

De formato alto e cilíndrico, esse copo foi desenvolvido para se tomar cervejas que do tipo Lager, justamente pela sua forma que facilita a produção de espuma, garantindo a manutenção da temperatura e do gás por mais tempo. Ele tem capacidade para 250 ml ou 350 ml de cerveja.

3. Pokal

Também desenvolvido exclusivamente para cervejas, tem formato que facilita se ver o líquido e seu estreitamento da borda auxilia na retenção dos aromas, os enviando diretamente para o seu nariz. É considerado ideal para se tomar os mais variados tipos de cerveja, sejam elas claras ou escuras.

4. Weizen

Também dentro da linha de cervejas há o copo tipo Weisen, que foi desenvolvido para se apreciar cervejas feitas à base de trigo. Como comporta até 500 ml da bebida, permite que todo o conteúdo de uma garrafa seja colocado no copo ao mesmo tempo, para a cerveja ser apreciada aos poucos. Sua boca, que se estreita, garante uma melhor formação de espuma, o que também ajuda a manter a temperatura ideal e o gás da bebida por mais tempo.

5. Canecas

Há variados modelos de canecas que são usadas preferencialmente para servir chopes. Bastante conhecidas nas festas alemãs — em que são chamadas de Mugs — ou inglesas, são usadas principalmente pelo seu tamanho, formato e tradição, já que foram os primeiros tipos de recipiente de vidros para servir cervejas. Suas alças ajudam a não esquentar o líquido interno com o calor das mãos.

6. Whisky

Desenvolvido para servir preferencialmente whisky, o copo é baixo e tem boca larga para permitir que sejam acomodadas várias pedras de gelo. Ele também costuma ser usado para outras bebidas, como caipirinhas e sakeirinhas, e ainda o drink Negron, que é feito com Gim, Campari, Vermute e rodelas de laranja.

7. Suco

O copo de suco considerado ideal comporta aproximadamente 300ml de bebida e é mais alto para permitir que sejam acrescentadas pedras de gelo. Tem formato fino e alto e foi desenvolvido para que a bebida seja degustada aos poucos.

8. Shot

Pequenos e com capacidade que varia entre 35 a 60 ml, eles foram desenvolvidos para bebidas fortes como tequila, rum, cachaça, vodca, entre outros destilados, o que facilita a ingestão em apenas um gole, o famoso shot.

9. Cachaça

Idêntico a um copo americano, mas com proporções muito menores, esse copo é ideal para apreciar uma boa cachaça e se diferencia do copo para shot apenas pelo formato e desenho. Ele comporta entre 45 e 60 ml de bebida e também permite que seja ingerido seu conteúdo com apenas um gole.

10. Água

No ramo de taças, há diversos tipos e formatos, e inclusive uma específica para água. Porém, ela tem a única função de dar mais elegância ao se consumir o líquido, já que por natureza a água não possui sabor nem odor que possa ser alterado pelo formato do copo.

11. Degustação

Já a taça Degustação foi desenvolvida de forma que permita a degustação dos mais variados tipos de vinhos. Ela tem capacidade reduzida, haste mais curta e boca estreita, que favorece a retenção dos aromas e a oxigenação da bebida. Além disso, foi desenvolvida seguindo o padrão International Standard Organization (ISO).

12. Espumante

A taça para espumante tem haste longa, que evita que a temperatura da mão esquente a bebida. Seu formato alongado e com a boca estreita permite que os aromas e as borbulhas formadas pelo gás carbônico de seu espumante dure mais tempo e garantam sua qualidade até o último gole.

13. Licor

Ao servir licores ou outras bebidas doces e espessas, prefira as taças de licor, que são de tamanho médio a pequeno, parecidas com as de degustação, mas feitas com vidro mais espesso. Com haste mais curta e boca estreita, favorecem que o líquido seja consumido aos poucos, o que garante a melhor degustação da bebida.

Listamos aqui 13 tipos de copos e taças que não podem faltar na sua confraternização. Eles são considerados ideais para cada tipo de bebida, mas nada impede que você utilize recipientes diferentes. Essa escolha pode e deve ser feita por você!

Mas se quer acertar no cardápio e proporcionar algo a mais na sua recepção aos amigos e está se perguntando onde encontrar todos esses tipos de copos, saiba que é possível comprá-los pela internet! Com a certeza que receberá produtos de primeira linha em sua casa, o destaque nessa área é a La Ville, que oferece uma infinidade de itens para seu lar, que o tornam ainda mais aconchegante.

Acesse agora mesmo o site da La Ville e confira a nossa variedade de itens, além de vários tipos de copos e taças para surpreender seus amigos. Boas compras!