decoração para sala de jantar mais moderno

A sala de jantar é um cômodo importante em qualquer lar, mas que nem sempre recebe a atenção que merece. É nesse espaço em que as refeições são feitas e que amigos e familiares podem continuar a se divertir por muitas horas. Para garantir o máximo de conforto e uma boa experiência, a decoração para sala de jantar tem que ser levada em conta.

Ela deve transmitir a sensação certa e conquistar um toque especial, inclusive com o aparelho de jantar. Isso pode não ser simples diante de tantas opções decorativas, não é mesmo? Porém, com escolhas de luxo e estilo, é possível criar um visual impressionante. Ao final, ficar nesse ambiente será ainda melhor e mais divertido!

Quer saber como conquistar o resultado perfeito? Então veja tudo sobre a decoração para sala de jantar!

O que considerar no momento da decoração?

Para criar o cômodo ideal, é preciso ter sempre em mente o propósito dessa sala. Antes de decorá-la, não se esqueça do fato que ela deve ser prática, funcional e atender a necessidades específicas.

Na hora de partir para a compra dos itens que serão apresentados, é recomendado considerar alguns aspectos principais. Entre eles, estão:

Estilo do ambiente

Móveis de madeira crua funcionarão muito bem em salas rústicas, mas talvez não sejam adequados para quem deseja transmitir uma ideia clean e minimalista. O mesmo vale para objetos de acrílico transparente: as peças são perfeitas para uma pegada moderna, mas não funciona para uma vintage.

Antes de fazer qualquer escolha, portanto, é o momento de pensar no estilo da decoração. Considere qual é a sensação que será transmitida e como isso se conecta com os elementos que serão comprados. Ao final, é possível obter um efeito dentro da proposta esperada.

Tamanho do cômodo

Outro fator que tem que peso na decisão é o tamanho do cômodo. Salas pequenas precisam de uma otimização extra para o espaço ser funcional. Já uma com proporções generosas exigirá uma composição que a preencha, mas sem criar confusão.

O tamanho ainda servirá para planejar a disposição dos elementos e como tudo será usado. Sem entender o que cabe nas dimensões e como elas devem ser aproveitadas, a decoração para sala de jantar fica comprometida.

Espaço de circulação

Em um ambiente como esse, o corredor de circulação é um dos elementos muito importantes. Afinal, é necessário criar corredores para que as pessoas possam passar livremente, mesmo quando todas as cadeiras estiverem em uso.

Também é preciso se preocupar com o conforto dos convidados. Escolher uma mesa repleta de cadeiras pode parecer ótimo, mas se revelar desconfortável pela proximidade entre as pessoas. Então, respeite os espaços mínimos entre os elementos, de modo a criar a livre circulação.

Integração com outras áreas

Imagine uma sala de jantar que é conjugada à de estar. Por mais que sejam ambientes separados, esses cômodos estão conectados. Nesse cenário, é preciso tomar cuidado para não criar composições completamente distintas. O mesmo vale para quando existe integração com a cozinha.

Nesses casos, a decoração deverá ser planejada de forma complementar — e não concorrente. Desse jeito, há como estabelecer um visual incrível e que não traga sensações conflitantes.

Personalidade dos moradores

Não menos importante, a decoração para sala de jantar tem que se relacionar ao estilo, aos gostos e à personalidade dos moradores. Não adianta criar um espaço perfeito, mas que não diz quem você é.

No meio de tantas escolhas e tendências de decoração, não se esqueça de sempre considerar o que você gosta e quais são as suas preferências. Isso criará um resultado muito autêntico e oferecerá a sensação certa para todos que estiverem no lugar.

Quais elementos compõem uma sala de jantar e para que servem?

Por causa da sua função, a decoração para sala de jantar tem que conter alguns itens obrigatórios. Além de serem voltados para o visual, eles são úteis e indispensáveis. Assim, dá para garantir que o lugar seja usado da melhor maneira, dentro da sua proposta. A seguir, conheça alguns elementos que não devem ficar de fora e entenda sua função.

Mesa

Quando se fala no ambiente para fazer refeições, é impossível ignorar a necessidade de ter uma bela mesa. Considerada o ponto central, é ao seu redor que todos se reúnem e podem aproveitar as diversas delícias — afinal, essa é a sua principal função.

As mesas retangulares são clássicas, enquanto as quadradas têm um quê de modernidade. As redondas, além de trazerem um visual diferenciado, são ideais para aumentar a capacidade sem usar mais espaço que o necessário.

Além disso, há escolhas quanto aos materiais. A de madeira é clássica, enquanto a com tampo de vidro dá um ar robusto e refinado. Ainda há aquelas com características especiais, como com tampo de pedra. Como surgem em várias cores, conseguem se adaptar ao ambiente.

Cadeiras

Não existe mesa de jantar realmente funcional se não estiver aliada às cadeiras. Elas servem para acomodar e trazer conforto e devem ser escolhidas do jeito certo. Do contrário, pode ser difícil ficar sentado no espaço por um longo período.

As cadeiras de madeira, em geral, aparecem estofadas. São clássicas e muito confortáveis, o que garante uma ótima experiência. Há, ainda, aquelas sem forro nas costas ou em nenhum ponto. Apesar de serem modernas, podem ser um pouco incômodas.

As cadeiras de metal trazem um ar provençal, enquanto as de acrílico são as opções mais contemporâneas. Em todos os casos, tenha a certeza de que elas são agradáveis.

Jogo de mesa

Para ser realmente funcional, a mesa de jantar precisa de jogos específicos. A toalha é uma escolha interessante para compor o ambiente de um jeito extra. No entanto, deve ser muito bem selecionada para não empobrecer a decoração de luxo.

Os jogos americanos, por outro lado, são ainda melhores. Individuais, ajudam a garantir conforto na refeição e valorizam o aspecto da mesa e dos aparelhos de jantar. Para ter um resultado incrível, vale a pena ter vários jogos e variá-los de acordo com a ocasião.

Lustre

Nem todo mundo percebe, mas o lustre também tem que fazer parte da decoração para sala de jantar. Esse elemento é responsável por realizar a iluminação direcionada e que oferece o máximo conforto.

O lustre, em si, é uma escolha clássica e traz um ar refinado. Já o no estilo plafon é moderno por ser aplicado no teto, sem deixar as lâmpadas expostas. Para quem deseja um ar contemporâneo, os pendentes são uma verdadeira febre entre diversos projetos.

Móveis de suporte

Dependendo do tamanho do ambiente, ainda é preciso pensar em usar móveis de apoio. Eles complementam a decoração e, principalmente, ajudam a garantir uma utilidade extra para o espaço.

O aparador é bastante usado e conhecido por ter uma altura mediana. Além de servir para abrigar jogos americanos e outros itens importantes, dá um toque extra à decoração para sala de jantar. Já a cristaleira é maior e muito clássica. É posicionada estrategicamente e conta com jogos de taças, pratos, copos e até talheres. Quando tem a porta de vidro, dá um charme por exibir as peças.

Como deve ser a iluminação de uma sala de jantar?

A iluminação é um dos aspectos mais importantes em qualquer ambiente. Sem os devidos cuidados, o local apresenta sombras, pontos cegos e um visual muito menos atraente. Já que a intenção é unir luxo e estilo, esse erro tem que ser evitado.

Na sala de jantar, há alguns truques que ajudam a obter o efeito certo. Para saber como deve ser a iluminação ideal, continue a leitura e descubra.

Posicione uma luminária sobre a mesa

Imagine elaborar um prato lindo, rico em sabor e com uma apresentação magnífica. Na hora de servir, os convidados não notam o seu cuidado porque a iluminação não é adequada. Como as pessoas também comem com os olhos, o resultado será menos interessante, certo?

Então, é fundamental contar com uma luminária sobre a mesa. Se ela for muito longa, é o caso de se pensar em ter mais de um elemento. Isso servirá para compor um aspecto de meia luz, mas sem comprometer o visual das delícias preparadas.

Escolha a intensidade e a cor da lâmpada

Ao mesmo tempo em que é importante ter uma luminária sobre a mesa, é preciso tomar cuidado com o ofuscamento. Isso acontece quando a lâmpada é muito forte e cria um reflexo desagradável na mesa, nos pratos ou nos acessórios. Acima de tudo, é algo que pode causar até um desconforto na visão das pessoas. Para isso não acontecer, o melhor é investir em uma lâmpada de intensidade moderada ou mesmo que possa ser controlada.

Quanto à cor, o ideal é evitar a lâmpada branca. Em uma alternativa tão direcionada, talvez ela não fique tão interessante e dê um aspecto “chapado” ao visual. No lugar, lâmpadas quentes, como as amarelas, trazem uma sensação extra de aconchego e conforto.

Tenha luminárias que combinem com o ambiente

Agora que você já sabe onde e como usar a luminária, é essencial pensar na escolha da aparência. É indispensável que a ela combine com a decoração para sala de jantar ou todo o visual pode ser arruinado.

Imagine que você deseja criar algo muito moderno e, ao final, escolhe um lustre ou pendente rústico. Ou, então, seleciona uma peça com cores que não combinam em nada com o ambiente. É a receita para o desastre, não é? Então, o melhor é pensar nas peças cujo estilo está alinhado com a proposta do cômodo.

Aposte na versatilidade

Há dias em que a iluminação do ambiente precisa ser mais forte e, em outros, um clima romântico é o ideal. Para atender a essas necessidades, o melhor é ter um projeto bem versátil e que se adapte às exigências.

É o caso de ter vários conjuntos de pendentes, em que cada um possa ser acionado de forma independente. Assim, é possível selecionar o total das lâmpadas e como elas serão aplicadas. Outra sugestão inclui substituir o interruptor por um dimmer. Ao variar a intensidade da luz, será viável criar aspectos diferentes para o local.

Quais as cores mais adequadas para o ambiente?

Além dos elementos, é fundamental se preocupar com as cores que serão usadas no espaço. As nuances certas fazem a diferença no resultado e garantem que todo o visual fique alinhado.

Para acertar na escolha, tudo depende do estilo desejado e das características do ambiente. Saiba como fazer as melhores escolhas e tire as suas dúvidas.

Tons claros

À prova de erros, as nuances claras são ideais para criar um visual de luxo e com excelente sensação de amplitude. O branco, o creme e o cinza-claro são alternativas preferenciais e que funcionam em quase todos os estilos.

Essas cores são adequadas para as paredes de quem deseja optar por móveis coloridos, como cadeiras com forro estampado ou mesa com pedra colorida. Também auxiliam a compor ambientes menores, já que dão a ideia de continuidade e de lugar maior.

Tons terrosos

Para quem deseja criar um aspecto rústico e acolhedor, os tons terrosos são as melhores escolhas. Essas opções elaboram aquela sensação de acolhimento, ao mesmo tempo em que fazem com que você se sinta no campo.

A madeira escura é ideal para criar uma aparência de sobriedade, enquanto as mais claras trazem maior leveza. Entre as cores, estão o marrom, o caramelo, o laranja e a terracota. Nuances de verde e verde-musgo dão uma ideia extra em relação à natureza.

Tons pastéis

Já as nuances claras, como amarelo, verde ou azul pastel, são ideais para dar um toque delicado e quase vintage na decoração para sala de jantar. As cores podem aparecer nas paredes e, frequentemente, nos móveis.

É um jeito de trazer um ar divertido ao ambiente, mas sem exagerar. Como os tons são claros, é mais fácil combiná-los. Ao mesmo tempo, permitem sair do tradicional do branco ou do bege.

Tons escuros

Já as cores escuras imprimem personalidade e, dependendo do caso, sobriedade ao ambiente. Escolher uma mesa preta traz um aspecto robusto e cheio de autenticidade, já que é uma escolha pouco usual. Também é possível variar e optar por alternativas como roxo, vinho, azul-escuro ou verde intenso.

Os tons aparecem em várias possibilidades. Além de estarem nos móveis, surgem nos pendentes. Esse é um jeito prático de decorar, sem perder a neutralidade em outros pontos. Ainda dá para fazer apenas uma parede com tom forte.

Para não prejudicar o espaço, evite tons muito fechados ou em grande quantidade em locais pequenos e/ou pouco iluminados. Se não, há o risco de criar um clima claustrofóbico.

Como decorar o ambiente?

Depois de avaliar todos esses aspectos, chegou a hora de decorar o local. Para conseguir uma finalização impecável, é preciso tomar cuidado com alguns fatores. Além de adquirir os itens certos e de selecionar as cores ideais, pense em como compor o cômodo para que ele seja bonito e funcional.

Não sabe por onde começar? Não se preocupe! A seguir, você verá como criar a decoração para sala de jantar de um jeito infalível:

Acerte no tamanho dos elementos

Em qualquer ambiente, acertar no tamanho das peças é essencial para favorecer o senso de proporção e a estética. No caso da sala de jantar, é ainda mais importante tomar cuidado com isso.

Uma mesa pequena poderá ficar desproporcional ao espaço e prejudicará a experiência na hora de receber convidados. Por outro lado, uma muito grande atravanca o caminho e torna mais difícil se locomover no ambiente. Também é preciso tomar cuidado com o aparador, a cristaleira e assim por diante.

Não se esqueça da regra do corredor de circulação e escolha uma mesa de forma a criar uma composição usável e bonita. Assim, você não gastará dinheiro à toa e terá o visual desejado.

Preze pelo conforto

Na hora de dispor tudo no cômodo, é preciso pensar no conforto — antes mesmo de considerar o luxo. Se o espaço for pequeno, criar um canto alemão pode ser a melhor saída. Nesse caso, ele deve combinar com a mesa e com as cadeiras, por exemplo.

Também é preciso pensar nos outros elementos, como o tapete ou a cortina. Eles devem ser bonitos, mas têm que ser fáceis de limpar e não acumular sujeira facilmente. Quanto às cadeiras, o design inovador nem sempre vence aquela alternativa confortável — então, fique de olho. Ao final, é possível criar uma decoração para sala de estar aconchegante, bonita e que acerta em cheio!

Escolha itens de qualidade

Do jogo americano ou toalha de mesa às cadeiras, é fundamental que todos os itens tenham qualidade. Em primeiro lugar, é algo que ajuda a garantir a durabilidade dos elementos e o melhor investimento do seu dinheiro.

Além disso, para criar uma decoração para sala de jantar com luxo e estilo, é preciso que as opções deixem transparecer a mensagem certa. Ao fazer escolhas de alta qualidade, é mais fácil conquistar o aspecto desejado, longe de erros.

Não tenha medo de ousar

A sala de jantar é um ambiente clássico, familiar e muito acolhedor. No entanto, não significa que não possa receber um toque de ousadia. Se a sua personalidade também conta na hora de decorar, você pode — e deve — sair do convencional para trazer autenticidade.

Se quiser utilizar um tom mais forte, como ao comprar um aparador amarelo, não é preciso ignorar esse desejo. A dica é apostar no equilíbrio e criar pontos de destaque com uma base neutra. Assim, você terá total satisfação com o efeito obtido.

Quais acessórios não podem faltar?

Além dos elementos indispensáveis, há alguns acessórios para a mesa de jantar e para o cômodo que devem fazer parte da decoração para sala de jantar. Ao usá-los da forma correta, é possível criar um espaço cheio de vida e com ótimas qualidades.

Tem curiosidade para saber quais são esses elementos? Descubra a seguir o que não deve faltar!

Espelhos

Os espelhos são um excelente truque para ampliar o ambiente. Como “multiplicam” a imagem e favorecem a reflexão da luz, fazem com que o espaço pareça maior do que, efetivamente, é.

Outro lado positivo é que o espelho aparece em vários estilos. Um com uma bela moldura em madeira tem um ar rústico, enquanto composições divertidas trazem um toque moderno. Opte por posicioná-lo em um ponto focal do lugar, de modo a deixar o cômodo ainda mais arejado.

Vasos

De flores ou plantas, os vasos e cachepots ajudam a compor o visual da decoração para sala de estar. Como trazem um toque colorido e natural ao ambiente, fortalecem a sensação de aconchego e bem-estar.

Esses elementos podem surgir em vários espaços. É possível ter um belo vaso no canto, com uma planta alta e robusta. Da mesma forma, é viável ter um belo cachepot no aparador ou sobre a mesa. Apenas tome cuidado com as flores naturais, pois o perfume pode incomodar os convidados e até interferir no sabor da refeição.

Velas e castiçais

Se quiser dar um ar romântico e com um toque especial para a iluminação, as velas e os castiçais são muito bem-vindos. Esses elementos dão um ar de luxo à decoração e fazem com que o ambiente se destaque do jeito certo.

As velas podem ser dispostas no centro da mesa, como composição do espaço, ou nos aparadores e móveis de apoio. Os candelabros aparecem em vários estilos, desde uma pegada medieval até algo moderno e funcional. Em todos os casos, apenas tome cuidado com tecidos leves e evite velas com perfume intenso.

Obras de arte

Para complementar a decoração para sala de jantar com aspecto luxuoso, nada melhor do que incluir alguns elementos de arte. Se quiser caprichar de verdade, é possível adquirir uma bela tela ou um painel para a parede livre. Acima do aparador, por exemplo, a peça ganhará destaque.

Também há a alternativa de usar quadros menores, como em uma grande composição. Para os amantes da fotografia, vale selecionar os melhores retratos dos pontos turísticos da última viagem ou adquirir uma peça fotográfica.

Ainda é viável investir em esculturas e até em peças exclusivas. Um lustre diferenciado e feito por um design famoso é, de certa forma, uma peça de arte. Assim, dá para garantir o luxo em todos os detalhes.

A decoração para sala de jantar tem que ser planejada com cuidado para oferecer o melhor resultado. Ao seguir essas dicas, você terá um efeito que inclui luxo, estilo e muita autenticidade.

Como esse ambiente tem tudo a ver com o espaço onde as refeições são preparadas, veja como montar uma cozinha com um guia completo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This