cristaleira de vidro dando elegância para a casa

A cristaleira de vidro nos remete ao passado, àquelas decorações mais antigas, em que esse item brilhava entre os demais móveis da casa. Embora seja um ornamento para o ambiente, esse tipo de armário exerce outras funções. É muito útil para guardar louças, cristais, pratarias e itens como coleções, peças curiosas e raras.

Surgiu no século XVII, fruto de um capricho da Rainha Mary, da coroa inglesa — que gostava muito de louças. Ao adquirir louças oriundas da Holanda, ela quis que ficassem expostas como em uma vitrine. Então, solicitou que fosse criado um móvel com portas de vidro. A partir daí, a cristaleira se tornou conhecida e passou a ser fabricada.

Criada há séculos, ela passou por inovações e se mantém viva na decoração até hoje. Neste artigo, vamos mostrar como esse móvel cheio de estilo pode tornar sua casa mais bonita e sofisticada. Acompanhe!

Como escolher uma boa cristaleira para a sala?

A seguir, veja quais pontos merecem a sua atenção para que você acerte em cheio na escolha desse móvel.

Leve em conta o seu estilo de vida

Como já explicamos, a cristaleira foi criada com uma função específica e passou por inúmeras transformações ao longo do tempo. Tanto é que, hoje, ela consegue oferecer um toque todo especial à decoração contemporânea.

No entanto, antes de qualquer coisa, você precisa conhecer as suas necessidades e o seu estilo de vida. Essa análise serve para que você não desperdice espaço em sua casa, nem invista em um móvel sem utilidade. As decorações estão, a cada dia, mais funcionais.

Se você promove recepções com certa frequência, esse móvel será bastante útil para guardar louças finas. De quebra, sua casa ficará ainda mais estilosa para receber seus convidados.

Faça uma análise do cômodo

O tamanho pequeno dos imóveis atuais tem sido uma constante. Diante disso, saber as medidas da sala é fundamental para comprar a cristaleira de vidro com as dimensões adequadas.

A harmonia na decoração é essencial. Tem que haver proporcionalidade em relação ao ambiente e aos outros móveis. No caso de não encontrar o tamanho ideal, recorra aos planejados.

O tipo de decoração da sala também deve ser considerado na hora da compra da cristaleira. Na realidade, trata-se de um móvel versátil, que se adapta a diversos estilos — do clássico ao moderno. Contudo, outros fatores precisam ser avaliados, como os materiais empregados na fabricação, que não podem destoar muito da decoração.

O que guardar na cristaleira de vidro?

O que motivou a criação da cristaleira de vidro foi a vontade de expor louças e outros itens finos, utilizados no café e no jantar, como xícaras, pratos, copos, taças, tigelas e prataria. Suas portas transparentes de vidro dão charme à peça e, ao mesmo tempo em que protegem seu interior da poeira, revelam a beleza desses itens.

Ao contrário do que acontecia antigamente, hoje em dia não se valoriza a louça de cerâmica. Agora, o que mais comumente se expõe nas cristaleiras são os cristais, como taças, copos, entre outros itens.

Com o passar do tempo, o uso da cristaleira se tornou mais abrangente. Portanto, além dos cristais, há liberdade para expor muitos outros objetos, como esculturas, vasos, porta-retratos e coleções de diversos tipos. Fica por conta da criatividade de cada um.

Você pode acomodar, também, os vinis que fizeram parte de sua vida, os livros mais interessantes e até lembranças de viagens. Uma boa dica é posicionar esses itens na altura de seus olhos para ganharem destaque.

Como podemos classificar a cristaleira de vidro?

Seja qual for o modelo, é fato que esse móvel consegue dar outra cara ao espaço. Porém, vale a pena observar algumas características para acertar na decoração.

Antiga

A cristaleira antiga é aquela que tem acabamentos torneados e com muitos detalhes. Além disso, seu fundo é espelhado, o que dá mais destaque ao móvel. Fabricada em madeira nobre, ela nos leva a pensar em utilizá-la em ambientes com uma decoração mais clássica.

No entanto, é possível dar uma inovada no visual da peça por meio de pintura com cor vibrante. Assim, você a adapta à decoração retrô. É fácil encontrar cristaleira de vidro antiga em brechó de móveis.

Moderna

A cristaleira moderna faz parte de muitos projetos atuais de decoração. Diversos materiais são utilizados na sua fabricação e sua maior caraterística são as linhas retas. Ela pode ser integrada em muitos estilos decorativos, e utilizada em outros cômodos, como quartos e cozinha. Com isso, seu uso se torna mais democrático.

É um móvel muito utilizado em estilos que seguem a tendência minimalista, na qual o menos é mais. Por exemplo, o escandinavo, o moderno e o industrial — em que se valoriza a pouca informação, ou seja, poucos móveis e elementos decorativos.

Como organizar a cristaleira?

Pelo fato de seu interior estar sempre visível, torna-se ainda mais importante conservar a cristaleira muito bem organizada. Sendo assim, confira algumas dicas de arrumação!

Agrupe as peças

Alguns parâmetros devem ser adotados para assegurar a organização desse móvel. Por isso, uma das dicas é sempre agrupar os itens que apresentam alguma semelhança. Evite a distribuição aleatória, pois transmite a sensação de bagunça.

Se você coleciona alguma variedade de louça, por exemplo, escolha uma prateleira para agrupá-la. Você também pode organizar, em uma bandeja de prata bonita, algumas taças ou copos com a mesma característica.

Procure o equilíbrio

Busque sempre o equilíbrio e a organização das peças no interior de sua cristaleira. Peças muito grandes e pesadas, que pouco são usadas, sobrecarregam o visual. Procure deixá-las nas prateleiras de baixo. Coloque na parte de cima — de preferência na linha dos olhos — os itens mais delicados e charmosos.

Em armários com uma profundidade maior é possível alinhar os objetos. Para ficar visualmente agradável, posicione os maiores na parte de trás, como as taças de champanhe, martini e vinho.

Como você viu, a cristaleira de vidro pode ser adaptada aos vários tipos de decoração, que vai do clássico ao moderno. Trata-se de um móvel democrático que ganhou algumas inovações, como um uso que não se limita à colocação de cristais e pratarias, mas também de coleções e de tudo mais que sua imaginação permitir.

Gostou deste post? Conhece outras dicas importantes para usar esse móvel charmoso? Deixe um comentário e compartilhe a sua opinião com a gente.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This