exemplo de como dividir ambientes como cozinha e sala

A decoração de uma casa deve estar sempre em harmonia com as funcionalidades e os hábitos dos moradores, trazendo soluções que sejam não apenas estéticas, mas de forma a contribuir para o bem-estar geral. Seja na hora de construir ou de reformar o lar, dividir ambientes é uma tarefa que exige conhecimento técnico e bastante criatividade.

As divisórias são utilizadas, geralmente, para definir melhor os espaços da casa ou para integrar cômodos diferentes — como sala e cozinha —, de forma sutil e elegante. Seja qual for a intenção dos residentes, a dica é não economizar na pesquisa e descobrir as inúmeras possibilidades de formas na hora de planejar os ambientes.

Por isso, preparamos o artigo com algumas soluções incríveis e modernas para dividir ambientes em sua casa e, ainda, para que você descubra como projetar os nichos da melhor forma possível. Continue a leitura e confira nossas dicas!

Funções, gostos e estilos

Antes de saber quais são as tendências para dividir ambientes interiores, é bom ter em mente o objetivo de separar as áreas de sua casa. Os pontos levantados serão muito importantes, não apenas para definir, mas para orientar os melhores materiais para a construção das divisórias.

Se a intenção é ganhar mais privacidade, os acabamentos inteiriços e opacos são os mais aconselháveis. A madeira, por exemplo, traz bastante aconchego e possui muita maleabilidade em seu manuseio, originando projetos muito versáteis.

Caso a intenção seja comunicar melhor um ambiente ao outro, azulejos do tipo cobogó dão um toque tropical com o que há de mais sofisticado em nossa arquitetura tradicional. Qualquer que seja o motivo, colocar todos os pontos no papel ajuda na hora de escolher a melhor opção para dividir os ambientes.

Níveis diferentes em um mesmo cômodo

O jogo de níveis é ideal para quem quer integrar ambientes sem trazer muito contraste no limite visual. Este tipo de construção é muito comum para quem gosta de salas amplas, iluminadas e ventiladas. As salas podem originar dois ambientes diferentes, sendo um para televisão e lazer, enquanto outro fica reservado para refeições e eventos mais movimentados.

Geralmente os níveis são ligados por uma pequena escada, que pode ter de um a três degraus. Para quem deseja ter um jogo de níveis em casa, mas possui familiares com dificuldades de locomoção, a maneira de melhorar a usabilidade do espaço pode ser um pequeno corrimão junto a parede. No caso de bebês muito pequenos, uma pequena barreira pode ser instalada, a fim de evitar acidentes.

Contraste em cores para dividir ambientes

Para quem curte os estilos boho, marroquino, ou não dispensa as cores na decoração, a pintura de contrastes pode ser a divisória mais sedutora desta lista. Apostando em cores vibrantes, os ambientes podem ser definidos somente com a pintura das paredes e tetos, criando, desta forma, áreas visuais dentro de um mesmo cômodo.

Estude uma paleta que tenha a ver com os móveis e com o resto da casa, usando, por exemplo, cores complementares para dar uma sensação diferente entre um canto e outro. Para uma divisória eficiente, evite os meio tons e cores pastéis, que podem unificar em vez de criar a divisão pretendida.

Algumas técnicas de pintura podem ser utilizadas, criando texturas que deixarão o ambiente ainda mais estiloso.

Divisórias modulares como solução versátil

Quando a casa apresentar metragem reduzida, uma boa solução pode ser investir em divisórias móveis — instaladas de acordo com o gosto e o humor dos moradores. As portas de correr são ideais para este tipo de ambiente, e podem ser recolhidas unificando a sala, ao mesmo tempo em que se transforma um canto em quarto de hóspedes.

Há divisórias que podem, ainda, ser retiradas, como cortinas, estruturas de tecido e biombos modulares. Em todos os casos, escolha materiais que sejam de fácil manuseio e limpeza, para tornar o cotidiano ainda mais prático. E para quem deseja ousar ainda mais, pode usar estampas nas divisórias e acabar recebendo muitos elogios dos visitantes.

Elementos vazados para comunicar espaços

Se a ideia é criar um ambiente sem prejudicar a comunicação entre os espaços, então o melhor a fazer é trazer elementos vazados que ajudam a construir uma divisória delicada. Esta é uma boa maneira, inclusive, para quem quer aproveitar a ventilação e a luminosidade, a fim de não ter perda com anteparos.

A vantagem dos elementos vazados é que podem oferecer desenhos muito bonitos, tornando-se uma peça fundamental na decoração. Os painéis em MDF podem ser recortados a laser, trazendo muito requinte para o ambiente.

Os cobogós certamente trazem bastante charme e distinção para o cômodo. Embora exijam um pouco mais de mão de obra para sua instalação, o resultado faz todo esforço valer a pena!

Paredes sem base para surpreender as visitas

Quem gosta de tendências contemporâneas, a parede sem base cria um aspecto muito moderno no ambiente. Fixada diretamente no teto, a parede pode variar sua altura, normalmente medindo metade do pé direito do cômodo.

O material mais utilizado para esta parede sem base é a madeira que, quanto mais nobre for, melhor será o seu impacto na decoração. Embora a madeira tenha a fixação mais fácil de ser acertada, outros materiais, como alvenaria, acrítico ou vidro podem ser usados.

Trazendo privacidade, as paredes sem base podem ser projetadas em conjunto com canteiros ou pequenos jardins no chão, obedecendo as mesmas dimensões lineares da divisória.

Dividir ambientes se tornou uma prática muito comum na arquitetura contemporânea. Tendo em vista que a residência tem se tornado, cada vez mais, um espaço que acopla home office, lazer e convivência com os familiares, é muito importante ter atenção redobrada na hora de reformar ou construir os ambientes.

As divisórias devem corresponder aos hábitos e preferências dos moradores, tornando-se não somente um objeto de decoração, mas um elemento que pode realmente modificar a usabilidade dos cômodos da casa, trazendo mais conforto, praticidade e elegância.

Gostou do artigo? Investir no que se gosta nunca é demais, não é mesmo? Aprenda também como colocar quadros na parede da sua casa e torne o ambiente ainda mais agradável para você e os visitantes!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This