macarrão instantâneo exemplo de comfort food

Não há dúvidas de que comer é um dos grandes prazeres da vida. Mas você já parou para pensar que alguns pratos oferecem um aconchego ainda mais especial? É sobre isso o conceito de comfort food.

Na correria do dia a dia, é comum recorrermos a alimentos industrializados e até mesmo aos fast-foods para matar a fome ou fazer um jantar especial. Mas nada se compara àquele cheirinho de torta caseira invadindo a casa ou mesmo de um café preparado com muito carinho em um fim de tarde.

Ficou interessado em entender um pouco mais sobre o conceito de comfort food e quais benefícios esse estilo de alimentação pode oferecer para a sua vida? Então, continue a leitura!

O que é comfort food?

Como o próprio nome sugere, comfort food (ou “comida de conforto”) é aquele alimento capaz de trazer alívio emocional e sensação de prazer. Geralmente, os pratos que nos transmitem essas sensações são aqueles relacionados à infância ou a momentos significativos da nossa vida.

É por isso que, nas horas de dificuldade ou melancolia, sempre surge lá no fundo aquela vontade de tomar a sopinha da vovó, de comer a macarronada da infância ou mesmo de saborear uma fruta fresca apanhada diretamente do pé.

Ou seja, comfort food é aquele alimento que tem o poder de nos abraçar e nos transportar para um lugar de cuidado e segurança.

Como surgiu o conceito?

Apesar de sempre as pessoas terem recorrido aos alimentos em busca de conforto, o conceito de comfort food só começou a ser empregado na mídia e por pesquisadores nos últimos anos.

Na contramão de uma sociedade cada vez mais sem tempo para desfrutar as refeições, vem ganhando força a tendência de cozinhar em casa na companhia dos familiares, de preferência com ingredientes cuidadosamente selecionados.

O benefício da prática é o fortalecimento de vínculos com aqueles que nos rodeiam, a valorização dos antepassados por meio de receitas tradicionais de família e, claro, o prazer de aproveitar o delicioso sabor que só a comida caseira tem.

Além disso, no conceito de comfort food, os alimentos também devem ser saboreados devagar e sem distrações, o que contribui para a nossa saúde física e mental.

Quais pratos são considerados comfort food?

A definição de quais pratos são capazes de oferecer mais conforto é muito pessoal. Isso porque a ideia de comfort food está diretamente relacionada às experiências de cada indivíduo.

Quer um exemplo? Na premiada animação Ratatouille, em que o ratinho Remy sonha em se tornar um chef de cozinha, somos apresentados ao personagem Ego: um renomado crítico gastronômico que quase nenhum restaurante consegue agradar.

No entanto, em determinado momento da trama, o sofisticado crítico se rende ao sabor de uma simples sopa de legumes, justamente por, logo na primeira colherada, ter sido transportado para um feliz período da sua infância. É exatamente essa a ideia de comfort food.

Desde muito cedo, somos apresentados a alimentos de diferentes sabores por aqueles que nos rodeiam. Ou seja, por mais que nossos hábitos alimentares possam mudar completamente ao longo da vida, sempre haverá a memória das refeições compartilhadas na infância.

Quais são as principais receitas?

Apesar do caráter individual da comfort food, existem alguns pratos que estão no imaginário e na memória de grande parte dos brasileiros.

Confira a seguir algumas receitas simples e deliciosas que certamente levarão você a algum lugar gostoso do passado!

Sopa de legumes

Em dias frios, nada melhor do que uma sopinha de legumes caseira para trazer muito conforto, não é mesmo? E a receita é muito fácil de preparar.

Escolha legumes variados e pique todos em cubos pequenos. Você pode usar cenoura, batata, vagem, chuchu, entre outros. Em um fio de azeite, refogue alho e cebola picadinha. Em seguida, adicione os legumes picados, cubra com água fervente e adicione uma pitada de sal. Mantenha o fogo médio e deixe a tampa semiaberta.

Após 30 minutos, confira se todos os legumes estão cozidos, acerte o sal e finalize com pimenta do reino e salsinha picada.

Bolinho de chuva

Poucas receitas combinam tanto com um fim de tarde quanto a de bolinho de chuva. E é muito fácil preparar!

Misture em uma tigela 1 ovo, 1/2 xícara de leite, 1/2 xícara de açúcar, 1 xícara e 1/2 de farinha de trigo e 1 colher pequena de fermento em pó. Após a mistura ficar homogênea, é só pingar colheradas da massa no óleo quente.

Para finalizar, passe as bolinhas já fritas em açúcar refinado e canela.

Bolo de cenoura com cobertura de chocolate

Fazer um bolo de cenouras irresistível é muito mais fácil do que parece. Você vai precisar de 3 cenouras, 4 ovos, 1 xícara de óleo, 1 xícara e 1/2 de açúcar, 2 xícaras de farinha de trigo, 1 colher pequena de fermento em pó e uma pitada de sal.

Coloque no liquidificador as cenouras descascadas e picadas e o restante dos ingredientes (com exceção da farinha e do fermento). Após bater bem, transfira a massa para uma tigela e vá incorporando a farinha aos poucos. Por último, adicione o fermento.

Leve a massa ao forno preaquecido à temperatura média. Para isso, utilize uma forma enfarinhada e untada com manteiga. Em cerca de 50 minutos, estará pronto! Para conferir, espete a massa com um garfo, que deve sair limpo.

Agora é a cobertura! Em uma panela pequena, misture 1/2 xícara de chocolate em pó, 1/3 de xícara de açúcar, 1 colher de manteiga e 1/3 de xícara de água.

Leve ao fogo médio e mexa por 4 minutos. Quando a calda engrossar, estará pronta! Aí é só jogar por cima do bolo já frio e desenformado.

Como você viu, mesmo em uma sociedade tão agitada e ocupada, é possível recorrer a alguns pratos de comfort food e deixar as refeições em família muito mais saborosas e cheias de significado. Então, está esperando o que para ir para a cozinha e preparar alguma receita ao lado da família?

Gostou das informações deste post? Quer ficar por dentro de outras dicas? Então, curta nossa página no Facebook para não perder nada!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This