casal tentando escolher fornecedores de casamento

Ter o casamento perfeito é o desejo de todas as mulheres que sonham com esse dia. Contudo, para alcançar esse ideal é preciso estar atenta a uma série de detalhes que envolve esse momento tão especial. É importante compreender que, para planejar a cerimônia e a celebração do casamento, é necessário contratar vários profissionais diferentes, como boleira, doceira, decorador, cerimonialista, DJ, entre outros.

Para simplificar, pode ser interessante contratar um profissional mais completo ou ainda escolher um local que ofereça alguns dos serviços citados. Seja como for, é fundamental estar segura das decisões tomadas para não se arrepender depois.

Pensando nisso, selecionamos 7 dicas para ajudar você a escolher fornecedores de casamento. Veja agora!

1. Peça indicações para amigas

Pense nas amigas que se casaram e que tiveram um casamento impecável. Uma boa ideia é buscar indicações de fornecedores nesse grupo de pessoas que tiveram uma boa experiência na cerimônia e na festa de casamento.

Provavelmente essas pessoas contaram com bons profissionais para que pudessem realizar seus sonhos sem contratempos.

Liste os fornecedores indicados e entre em contato com eles por telefone ou por e-mail. A seguir, vamos mostrar quais são as questões que precisam ser observadas nessa análise.

2. Analise os prazos estabelecidos

Um dos aspectos mais importantes diz respeito aos prazos estabelecidos, pois é preciso estar atenta à data de entrega de certos itens.

Existem alguns elementos do casamento que precisam estar disponíveis antes da data marcada para o evento, como o convite, o topo de bolo, o buquê, o vestido e todos os acessórios da noiva.

Se os prazos para a entrega dessas peças forem muito em cima da hora, além do risco de imprevistos ser maior, muito provavelmente essa situação vai gerar algum tipo de estresse ou nervosismo. Fuja dessa situação contratando fornecedores que possam cumprir o combinado dentro de um prazo confortável e seguro, de acordo com o cronograma montado.

3. Conheça o portfólio do profissional

Se os prazos forem interessantes é hora de conhecer melhor o portfólio do profissional para verificar se o estilo dele está em harmonia com a proposta do evento e os seus gostos pessoais.

Pesquise cuidadosamente o site do fornecedor, veja fotos dos trabalhos anteriores, e se o serviço for do setor de alimentação, é indispensável experimentar tudo que será servido.

Essa dica inclui: bolo, doces, bem-casados e o buffet. Em hipótese alguma pule essa etapa. Mesmo que o tempo seja curto, é fundamental degustar os alimentos que serão oferecidos na recepção do casamento.

4. Solicite vários orçamentos e compare os valores

Ultrapassadas as primeiras etapas, comece a pedir orçamento dos fornecedores que mais gostou e monte uma planilha para facilitar a visualização e a comparação dos valores.

Nesse tópico, cabe uma ressalva: não decida apenas com base no preço, pois valores muito baixos podem representar um serviço de qualidade inferior.

É recomendado ainda observar que os serviços oferecidos nunca são iguais, então pode acontecer de um profissional agregar mais serviços do que outro. Nesse caso, talvez seja mais vantajoso escolher por aquele que disponibiliza mais serviços por um preço um pouco mais caro.

Muitos cerimoniais oferecem o serviço de decoração também, o que pode ser uma opção interessante para contratar menos fornecedores, conseguir padronizar melhor os serviços e ainda reduzir custos e negociar descontos.

Alguns fotógrafos também costumam oferecer serviços adicionais de filmagem e de um ensaio do casal antes do casamento. Em geral, o pacote de serviços acaba sendo mais lucrativo do que as opções de contratações separadas.

Outro serviço que pode ser oferecido em formato de pacote é o serviço de buffet, que nesses casos costuma incluir o bolo, os doces e até as bebidas.

5. Pesquise a reputação dos fornecedores

Compreenda que pesquisar o portfólio dos fornecedores é diferente de saber a reputação deles no mercado. Para ter segurança e tranquilidade nas contratações é bom saber se os profissionais têm boa fama, se cumprem os prazos e também todos os detalhes que foram combinados com as noivas.

Sendo assim, uma forma de levantar essas informações é por meio de buscas de comentários e avaliações dos clientes anteriores nas redes sociais como Facebook e Instagram. De modo geral, os comentários nas redes sociais são mais confiáveis do que aqueles que aparecem no site do profissional.

Além disso, se o fornecedor tiver uma empresa formalizada, convém pesquisar se existem reclamações na internet, em sites como o Reclame Aqui.

6. Leia atentamente os contratos

A euforia do casamento não deve ofuscar a atenção necessária no que se refere aos aspectos legais das contratações dos fornecedores. Por esse motivo é muito importante ler atentamente os contratos, observar as letras miúdas e, mais do que isso, se certificar de que tudo o que foi acordado nas conversas está presente no documento.

Compreenda que o que não estiver no contrato não poderá ser cobrado no futuro caso algum serviço não seja prestado corretamente. Por esse motivo, não hesite em pedir que algum serviço seja incluído ou especificado no documento.

7. Respeite o seu sexto sentido

Entenda que, apesar de todos os cuidados tomados, é imprescindível que a noiva se identifique, tenha simpatia e se sinta bem ao lidar com os fornecedores do seu casamento.

Por essa razão, é bom respeitar o sexto sentido e o gosto pessoal na hora de decidir quem fará parte do rol de profissionais do casamento.

Não se deixe influenciar pela opinião de terceiros, como amigas que indicaram efusivamente esse ou aquele fornecedor. É preciso sentir confiança no fornecedor e na qualidade dos serviços que ele vai desempenhar no grande dia.

Aqui cabe analisar também como é a comunicação entre a noiva e o profissional, pois esse contato será mantido ao longo de alguns meses até a data do casamento. Logo, observe se o profissional é acessível e se está sempre pronto a atendê-la e esclarecer as dúvidas, ou se falar com ele é sempre uma dificuldade e as respostas são demoradas e sem continuidade apropriada para um bom entendimento.

Por falar em atendimento, a maneira como o fornecedor lida com a noiva, deve ser analisada desde o primeiro momento até as etapas finais de formalização do contrato. Alguns fornecedores são muito disponíveis nos contatos iniciais e depois começam a ficar inacessíveis, por entenderem que o cliente mais hesitante não vai contratar os serviços.

Se isso acontecer, é bom não ter medo de desistir antes da assinatura do contrato, pois essa medida com certeza evitará aborrecimentos futuros.

Agora que você já conheceu 7 dicas para escolher fornecedores de casamento, assine nossa newsletter e fique por dentro de outros conteúdos como este!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *


Share This